A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

13/11/2018 09:51

Cai número de acidentes com morte envolvendo motoristas sem CNH

Detran atribui a redução às operações para retirar das ruas condutores não habilitados

Danielle Valentim e Bruna Pasche
Quem dirige um carro ou uma moto sem habilitação coloca em risco não só a vida dele, mas de outras pessoas, diz chefe de fiscalização André Canuto.  (Foto: Henrique Kawaminami)"Quem dirige um carro ou uma moto sem habilitação coloca em risco não só a vida dele, mas de outras pessoas", diz chefe de fiscalização André Canuto. (Foto: Henrique Kawaminami)

As mortes no trânsito causadas por condutores sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) caíram 13% de 2017 para cá, devido ao aumento das blitze em Mato Grosso do Sul, aponta o setor de fiscalização do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Em Campo Grande, os óbitos causados por não habilitados tiveram queda de 15,3%.

De janeiro a novembro de 2017, o Detran contabilizou 261 acidentes com mortes, sendo 36 deles envolvendo motoristas sem habilitação. Os dados mostram, ainda, que em dezembro do referido ano, não houve acidente com morte causado por condutores em CNH. Neste ano, o levantamento traz 227 acidentes com morte, sendo 31 envolvendo motoristas sem habilitação.

Em Campo Grande, o órgão destaca que 2017 ocorreram 70 acidentes com morte, em Campo Grande, sendo 13 com motoristas sem CNH. Já neste ano, até agora foram contabilizados 58 acidentes, sendo 11 com condutores não habitados.

O chefe do setor de fiscalização do Detran, André Canuto pontua que a diminuição se deve ao aumento das fiscalizações e, inclusive, da intensificação a partir do mês de maio.

“As fiscalizações acontecem com o objetivo de coibir essa prática. Como não tem como saber por características do carro ou do motorista, a fiscalização tem de ser feita por blitz mesmo”, explica.
Quando flagrado em ações, o condutor sem CNH e o dono do veículo recebem a notificação. O veículo é repassado para algum conhecido habilitado, ainda no local, ou levado ao pátio do Detran.

Problema também abrange quem entrega o veículo à alguém não habilitado, por exemplo, para ir ao mercado próximo, diz Canuto. "Problema também abrange quem entrega o veículo à alguém não habilitado, por exemplo, para ir ao mercado próximo", diz Canuto.

"No trânsito temos dois grandes problemas: o primeiro é de que todo mundo acha que entende de trânsito e faz suas próprias regras. O segundo é que acham que as coisas nunca acontecerão com eles".

 

 

Caso o condutor sem CNH se envolva em acidente, o dono do veículo também responde judicialmente pelo ocorrido. “Esta é a 9ª infração com maior número de registros no Detran. Isso causa uma preocupação muito grande, porque a carteira de habilitação não é só um pedaço de papel, mas formação e qualificação do condutor. Se ele tem a documentação é porque aprendeu as normas do trânsito e os procedimentos de segurança”, ressalta.

O chefe de fiscalização frisa que o condutor sem CNH também coloca em risco a vida de outras pessoas e pontua que o trânsito enfrenta dois grandes problemas.

“A fiscalização vai continuar. Inclusive na semana passada flagramos um condutor sem CNH fazendo vistoria na moto aqui no Detran. No trânsito temos dois grandes problemas, o primeiro é que todo mundo acha eu entende de trânsito e faz suas próprias regras. O segundo é que acham que as coisas nunca acontecerão com eles e, por isso, abusam com celular ou bebida alcóolica. Esse problema também abrange quem entrega o veículo à alguém não habilitado, por exemplo, para ir ao mercado próximo. Tem um estudo que não é brasileiro que diz que a maior parte dos acidentes acontecem a 50 metros de casa, porque é quando as pessoas relaxam”, disse.

O chefe de setor ressalta a importância da formação aos condutores. “O Detran tem investido em tecnologia monitorando todas as aulas tanto a teórica quanto pratica por vídeo e por biometria, buscando melhoria da qualidade de ensino, para que esses números caiam cada vez mais”, finaliza.

Arte: Ricardo OliveiraArte: Ricardo Oliveira


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions