ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Caixa Econômica diz que área invadida não pertence a residencial

Por Yarima Mecchi | 12/01/2017 09:57

A Caixa Econômica disse, por meio de nota, que a área invadida desde o dia 10 no Jardim Centro Oeste não pertence ao empreendimento Varandas do Campo. De acordo a Caixa, foram feitas denúncias de moradores do empreendimento da Homex a respeito da invasão em áreas próximas aos condomínios.

O condomínio deveria ser executado pela construtora mexicana Homex, ainda no ano de 2012. No entanto, a empresa não cumpriu diversos acordos com a Caixa Econômica Federal, declarou falência e “sumiu do mapa” sem entregar boa parte das três mil casas da unidade.

"A Caixa informa que já foram tomadas providências para garantir a segurança do empreendimento".

A Prefeitura de Campo Grande disse que ainda nesta quinta-feira (12) um fiscal vai ao local da invasão para saber a área é pública ou não. "Os invasores serão notificados administrativamente. Se persistir a invasão a Prefeitura será obrigada a recorrer na justiça", diz a nota da Prefeitura.

Loteamento – O Loteamento Varandas do Campo é dividido em nove condomínios residências que ficam ao lado da área invadida, nesta terça-feira (10). O projeto foi iniciado pela construtora mexicana Homex, ainda em 2012, mas que durante o processo faliu deixando um legado de obras inacabadas e moradores insatisfeitos.

No entanto, o loteamento foi concluído por uma outra construtora acionada pela Caixa Econômica Federal em 2013.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário