A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/04/2014 11:36

Camareira, que fugiu da violência, reencontra a família após 37 anos

Francisco Júnior e Graziela Rezende
Reencontro foi marcado por muita emoção. (Foto: Graziela Rezende)Reencontro foi marcado por muita emoção. (Foto: Graziela Rezende)

Mais uma história de reencontro foi registrada nesta manhã na 5ª Delegacia de Polícia, em Campo Grande. Após 37 anos de espera, a camareira Maria Francisca dos Santos Souza, 57 anos, enfim pode dar o tão esperado abraço nas irmãs Fátima Maria dos Santos, 48, e Quitéria Maria dos Santos, 64.

Cada uma está morando em uma  região do Brasil. Maria mora em Campo Grande, Fátima em Pontes e Lacerda, norte do Mato Grosso, e Quitéria na capital Paulista. O reencontro foi marcado por muita emoção.

A camareira deixou a casa da família na zona rural de Naviraí ao se casar em 1977. Ela se mudou com o marido para a cidade e desde então não teve mais contatos com os parentes. Neste período, ela se separou depois de ser vítima de violência doméstica. “ Foram seis anos juntos. Ele bebia muito e me batia”, contou. Ela se mudou com o filho para Dourados e depois Campo Grande, onde mora atualmente.

Maria conta que a última notícia que teve da família foi sobre a morte do pai. “Me falaram que ele havia morrido depois de levar um coice de um cavalo”. Porém, ficou surpresa e muito feliz ao saber que a notícia é mentirosa e que seu pai está vivo, hoje com 82 anos. A mãe dela já faleceu.

Família reunida novamente. (Foto:Graziela Rezende)Família reunida novamente. (Foto:Graziela Rezende)

O encontro desta manhã serviu também para Quitéria encontrar com Fátima, irmã que não via há muito tempo. Ambas as irmãs estavam à procura uma das outras. A nora de Maria foi quem entrou em contado com a investigadora Maria Campos. Uma semana depois, as outras irmãs também procuraram a investigadora para obter informações sobre o paradeiro da camareira.

Maria Campos conta que a madrugada foi de muita ansiedade para as três irmãs. Como elas moram em locais diferentes, chegaram em horários diferentes na Capital e só se encontraram pela manhã.

Depois de lágrimas e muitos abraços, Maria, Fátima e Quitéria combinaram de se encontrar novamente. Agora será na cidade onde a maioria da família mora, em Pontes e Lacerda. A data já foi definida, segundo domingo de maio: Dia das Mães.

Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...
Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions