A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/07/2011 09:35

Capitão da PM preso por envolvimento na jogatina pede prisão domiciliar

Nadyenka Castro

Ele alega que tem que cuidar dos filhos

Capitão Paulo Xavier, quando foi preso, em maio de 2009. (Foto: Divulgação/ TV Morena)Capitão Paulo Xavier, quando foi preso, em maio de 2009. (Foto: Divulgação/ TV Morena)

Preso há dois anos por envolvimento na jogatina, o capitão da PM (Polícia Militar) Paulo Roberto Xavier quer agora ir para casa cuidar dos filhos.

Ele já está no regime semiaberto, faz cursos na área jurídica com autorização da Justiça e no início do mês pediu prisão domiciliar.

O oficial da PM alega que tem três filhos menores que precisam de seus cuidados, pois estão sem a mãe, que mudou-se para Cuiabá, Mato Grosso, e não os levou para que não perdessem o ano letivo.

O MPE (Ministério Público Estadual) deu parecer contrário ao pedido justificando que Paulo Xavier possui condições financeiras de contratar uma pessoa para tomar conta dos filhos e também que já está no regime semiaberto.

Agora, cabe ao juiz decidir se o capitão volta para casa ou se permanece no presídio militar. Se for concedida a prisão domiciliar, terá que seguir determinações legais previstas para estas situações.

Prisão - Paulo Roberto Teixeira Xavier“pegou” sete anos de prisão em regime fechado por falsidade ideológica, por manter um estabelecimento comercial (o que é proibido para oficial) e corrupção passiva.

Conforme a denúncia do Ministério Público, o capitão Paulo Xavier era responsável pela logística e segurança da organização que explorava máquinas caça-níqueis em Campo Grande e que era liderada por Sérgio Roberto de Carvalho, o qual também integrava a PM/MS, na patente de major. Ele foi expulso.

A quadrilha integrada pelos dois oficiais foi desmantelada na operação Las Vegas, deflagrada em maio de 2009, pela Polícia Federal.

Com o bando foram apreendidos 18 veículos, um avião, 97 máquinas de caça níqueis, R$ 77 mil, US$ 1,7 mil, computadores e notebooks. A investigação teve início após denúncia anônima

STF nega Habeas Corpus a suposto chefe da jogatina
O ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou seguimento ao Habeas Corpus impetrado pela defesa de Nilton Cezar Servo. Alvo de pr...
PMs são condenados a 7 e 8 anos de prisão por jogatina
O capitão da Polícia Militar, Paulo Roberto Teixeira Xavier, e o terceiro sargento Marcos Massaranduba, acusados de envolvimento em uma organização c...
Policiais são julgados hoje sobre caso de jogatina
Três policiais que foram presos acusados de integrar um esquema que comandava a jogatina em Campo Grande serão julgados hoje.O julgamento começou às ...


Este país pareceque não tem mais jeito, são dois pesoso e duas medidas,sempre é e sempre será motivo de achincalho os ladrões de Brasília, que pintam e bordam e fica por isso mesmo, o pior e que roubam e voltam para os postos anteriores, e ficam tudo como não tivesse acontecido nada, caso o Capitão deixasse os filhos de lado estariam recriminando com justa razão, ma, como quer conceder a devia assistencia, estão recriminando, ora o exemplo tem que vir de cima, mais, neste país que não tem jeito, haja vista os escandalos dos Ministério do Transporte e agora também da Agricultura, seria melhor fazer uma boa auditoria com gente decente, pis, certamente iriam encontrar mais rombeira em outros ministérios, chega de tirar agua do mar com peneira.
 
OSCAR LOUREIRO em 01/08/2011 10:55:39
E os milhares de Pais e Mães que saem cedinho de casa,ou deixam com babá,creche e ou na rua mesmo,para sustentar-se e NUNCA fizeram nada de errado, aliás jamais farão,passam o dia todo em canteiros de obras,escritórios,lixões e não tem ninguém para cuidar de "filhinhos" não.daqui uns dias vai querer voltar pra PM.Seria um absurdo se o MPE deixar isto acontecer,pelo que ele fazia "ameaças de matar mães",por causa de drogas e outras coisas mais(assim visto em escutas na televisão),nem deveria ter saído em tal de aberto ai.
 
cristina mendes em 30/07/2011 10:52:03
acho que o capitao deveria ser desligado da pm pois mesmo preso a dois anos continua recenbendo salario que saem do nosso bolso atraves dos impostos como fica esta situação?
 
ELTON A COSTA em 30/07/2011 10:44:32
e o zeola ,merecia?
 
jeude de souza borges em 30/07/2011 10:32:01
E por que não? É uma causa justa cuidar dos filhos.Nada é mais importante do que o homem voltar para junto dos seus familiares.O fato dele ser policial,não diz que ele é perfeito,todos erram, também se arrependem,tem sentimentos pois não não são feito de "gelo".Leiam as noticias passadas e comparem os que foram beneficiado pela justiça.
 
cleomenes rodrigues- campo grande ms em 30/07/2011 10:02:10
O PROCURADOR MATOU!!!!! O CAPITÃO N ÃO!!!!!!

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS.......É O QUE EU ACHO!!!!!!!

ELE PODE TER ERRADO, MÁS, QUEM NUNCA ERROU QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA.........

TEM AUTORIDADE QUE É DONO DO JOGO DE BICHO, ISTO É NOTÓRIO E NINGUÉM FALA NADA.......O "PX" NEM ERA DONO......ERA COMANDADO.......

AFFF.......
 
GILMAR CANDIDO em 30/07/2011 02:25:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions