A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

11/04/2019 11:25

Carro usado por matadores de filho de PM foi roubado em SP

Chevrolet Onix tem registro de roubo em São Paulo, afirma delegado Carlos Delano, que preferiu dar poucos detalhes sobre o avanço da investigação

Anahi Zurutuza e Kerolyn Araújo
Veículo carbonizado encontrado em estrada vicinal (Foto: Direto das Ruas)Veículo carbonizado encontrado em estrada vicinal (Foto: Direto das Ruas)

O Chevrolet Onix encontrado completamente queimado em uma estrada vicinal de Campo Grande na tarde desta quarta-feira (10) foi roubado em São Paulo e, segundo o delegado Carlos Delano, da DEH (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Homicídio), “tudo indica” que foi usado na execução de Matheus Coutinho Xavier, de 20 anos.

O jovem foi morto fuzil calibre 762, em frente à residência onde morava com a família, na Rua Antônio da Silva Vendas, no Jardim Bela Vista. Ele foi levado para a Santa Casa pelo pai, o capitão reformado da PM (Polícia Militar), Paulo Roberto Teixeira Xavier, mas chegou morto ao hospital.

O delegado preferiu não dar muitos detalhes sobre os avanços da investigação, mas confirmou que o passado do pai da vítima – o PM aposentado foi alvo de Operação Las Vegas por fazer parte de esquema de jogatina – está entre as linhas de apuração.

O crime aconteceu na noite de terça-feira (9) e a principal hipótese é que o jovem tenha sido morto por engano. O capitão da PM seria o alvo e Matheus levou os tiros porque estava no volante da caminhonete do pai, uma S10 branca, para tirá-la da garagem de casa e pegar o próprio carro, um Ford Ka, quando foi abordado.

A polícia já tem imagens da movimentação nas proximidades do local do atentado, mas ainda procura gravação da hora dos tiros, também disse o delegado.

Delano também adiantou que o pai da vítima já foi ouvido e que celulares foram apreendidos e passarão por perícia. O delegado preferiu não dizer quantos e de quem são os aparelhos.

Peritos trabalhando na cena do crime (Foto: Paulo Francis/Arquivo)Peritos trabalhando na cena do crime (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Pistoleiros – O carro encontrado ontem ainda passa por perícia. Em outras duas execuções que aconteceram na Capital – a do subtenente Ilson Martins de Figueiredo, 62 anos, então chefe da segurança da Assembleia Legislativa e de Orlando da Silva Fernandes, o “Bomba”, de 41 anos – os carros usados nos crimes foram abandonados e incinerados pelos suspeitos. Este é mais um indício de que este Onix tenha sido usado na execução de Matheus.

A polícia investiga ainda se os criminosos que atacara o jovem são pistoleiros e os mesmo envolvidos em nos outros dois atentados. Matheus, Ilson e Orlando foram mortos com tiros de fuzil AK.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions