A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/03/2016 11:18

Casa de comerciante é destruída durante chuva: "perdi tudo"

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Agora, Maria contabiliza os prejuízos. (Foto: Marcos Ermínio) Agora, Maria contabiliza os prejuízos. (Foto: Marcos Ermínio)
Muro desaba e derruba parte de casa na Avenida Interlagos. (Foto: Fernando Antunes) Muro desaba e derruba parte de casa na Avenida Interlagos. (Foto: Fernando Antunes)

Parte da casa de três cômodos, onde funcionava também o bar da comerciante Maria de Brito Batista, 53 anos, foi destruída por muro que desabou nesta madrugada, durante a chuva forte que atingiu Campo Grande. O caso aconteceu na Avenida Interlagos, próximo à rotatória da Coca-Cola.

A mulher conta que estava dormindo, quando sentiu um tremor embaixo da cama, por volta das 3h. Com medo, a comerciante se levantou e foi até a casa da filha, que mora ao lado. “Comecei a orar e depois de um tempo ouvi um barulho alto. Era o muro do vizinho que havia acabado de cair sobre a minha casa”, lamenta.

O cômodo mais destruído foi o quarto e parte da construção caiu sobre a cama, onde Maria dormia. Além da estrutura da casa, vário móveis foram danificados como guarda-roupa, televisão e cama. Ela agradece pela vida, mas sente pelo prejuízo. “Perdi tudo que tinha, inclusive meu ganha pão”, lamenta ser referindo ao bar, pois parte da estrutura atingiu o freezer da comerciante.

Maria mora há 30 anos na região e diz que nunca havia acontecido nada parecido. “Já aconteceu de entrar água na varanda, mas nunca invadiu a casa. “Meu sentimento é de tristeza, jamais imaginei perder a casa em um desmoronamento”.

A comerciante espera, que o vizinho tenha consciência e a ajuda na reconstrução da casa. “A estrutura estava ruim, por isso caiu. Ela conta que há 3 anos, quando o vizinho começou a construção, a casa dela apresentou várias rachaduras nas paredes. Maria aparecida não tem como entrar na casa, porque o quintal ficou totalmente tomado por água. O que restou do imóvel foi apenas um cômodo.

A chuva da madrugada de hoje foi mais forte na região do Parque dos Poderes. Por lá, o volume registrado foi de 92,6 milímetros, o que representa 57% da média prevista para todo o mês na cidade. Também choveu forte na região dos Bairros Universitário e Moreninha, com 77 milímetros.

Já no Alphaville, o volume foi de 55 mm e na região da Vila Popular, de 21,2 mm. Conforme o meteorologista da Uniderp, Nathálio Abrão, o esperado para todo o mês de março é de 162 milímetros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions