A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/01/2014 12:12

Centenas de pessoas lotam Central do Cidadão e aguardam horas na fila

Luciana Brazil e Graziela Rezende
Fila se estendia até o lado de fora do prédio. (Fotos: Cleber Gellio)Fila se estendia até o lado de fora do prédio. (Fotos: Cleber Gellio)
Sem ter onde sentar muita gente se acomodou nas escadas, como a dona de casa Andréia.Sem ter onde sentar muita gente se acomodou nas escadas, como a dona de casa Andréia.

Centenas de pessoas lotaram na manhã de hoje (6) o prédio da CAC (Central de Atendimento ao Cidadão) na Rua Marechal Rondon, em Campo Grande, em busca de atendimento.

A enorme fila, sem acomodação para todos, fez muita gente sentar no chão da unidade. A escadaria dentro do prédio virou banco e a tentativa era tornar a espera menos cansativa.

Uma atualização no sistema paralisou o atendimento no dia 30 de dezembro. O sistema só voltou a funcionar na manhã de hoje.

Assustada com quantidade de pessoas, Marcela Guimarães, 22 anos, tirava foto das filas, que segundo ela, seriam enviadas à imprensa. Desde às 9 horas no prédio, a empresária dona de uma loja de bicicleta, estava há quase duas horas aguardando ser atendida.

Ela foi até o local renovar o alvará da loja. “Mas eu não imaginava encontrar tanta gente. Ao invés de reforçarem o atendimento, colocando mais funcionários, reforçaram a segurança, colocando mais guardas municipais para não ter tumulto”.

Mesmo com senha preferencial por causa dos filhos pequenos, um deles com cinco meses, a dona de casa Andréia Novena, 29 anos, já sabia que a demora seria imensa. Enquanto conversava com a equipe de reportagem, os atendentes chamaram a senha 40, número bem distante da senha de Andréia, 164.

A intenção, segundo ela, é pagar o IPTU (Importo Predial e Territorial Urbano). Mas acompanhada dos dois filhos, ela precisou pedir ajuda ao marido que foi até o local para ajudar com as crianças.

As críticas ao atendimento, não adiantaram. O professor André Miranda, 48 anos, ressaltou que muita gente na fila gostaria apenas de tirar dúvidas. “Devia ter um guichê para tirar dúvidas. Tem gente de idade em pé”, disse ele acomodado na escada.

“Pagamos imposto e a prefeitura deveria oferecer um atendimento melhor. Para mim está péssimo”, completou.

A coordenadora do CAC, Bianca Vita, afirmou que o número de funcionários não será ampliado. Ela ressaltou que a maioria das pessoas que procurou a Central na manhã de hoje era para pagar o IPTU.

Porém, ela alertou a população dizendo que o imposto só vence em fevereiro. “Além disso, as informações estão todas na internet”.

Mesmo lotado, coordenação diz que atendimento da unidade não será ampliado.Mesmo lotado, coordenação diz que atendimento da unidade não será ampliado.
Centenas de pessoas ficam horas à espera de atendimento.Centenas de pessoas ficam horas à espera de atendimento.


Isso é o que acontece quando o povo aceita as coisas como elas são, hoje fui renovar minha CNH e enquanto no painel mostrava a senha 84 eu estava tirando a senha numero 184. Isso esta ocorrendo em todos os lugares, e o pior de tudo e que não temos onde reclamar. A não ser que alguém queira chamar a policia e conduzir o caso para delegacia, talvez quando nos (pessoas) começarmos a levar os responsáveis para a delegacia eles irão pensar melhor em deixar-nos a ver navios nestas filas monstruosas.
 
Maykon Monaco em 06/01/2014 16:57:47
Confirmo cara Silvia, tbm estive lá e presenciei, essa afrontas que esses funcionários tem para com os contribuintes, mas como diz o Ditado, enquanto o patrão senta os empregados deitam, quero dizer faz um ano que esta administração esta deitando e rolando, nesta capital, e cada vez mais está conseguindo mais seguidores da incompetência, digo os vereadores que estão indo para o lado do prefeito, e deixando de lutar pela cidade, a toco de favores, mediocridade..
 
sonia de fatima em 06/01/2014 15:12:57
A cidade e os serviços que dependem da administração municipal são vergonhosos atualmente. Graças a Deus não votei no sr.Bernal, fico pensando: ate quando vamos conviver com esta situação vexatoria , nas mãos de um pessoa com mania de perseguição e, entre outras coisas, mostrou-se completamente despreparado para administrar uma capital exuberante como nossa amada Campo Grande. Contra a força não há resistencia, a nos meros cidadãos cumpridores da lei resta confiar em Deus.
 
Maria Lucia Elias em 06/01/2014 14:45:26
ÉAS PESSOAS EM PRIMEIRO LUGAR!!!!KKKKKKKK
 
Paulo Soares em 06/01/2014 14:30:46
Fui para tirar uma guia, fiquei a manhã inteira por um atendimento de menos de 3min. (três minutos), quando: tinha funcionária com celular tirando fotos e batendo papo com a colega ao lado comentando a foto, deveria ser proibido funcionário ter essas regalias já que não sabem usar corretamente o celular no horário e ambiente propício. Quando também as mirins ficavam rindo dos idosos que reclamavam da demora e também estavam sentadas sem fazer absolutamente NADA. Reclamei na coordenadoria local e eles começaram a atender olhavam pra mim e ria, como quem diz, você não queria me ver fazendo alguma coisa? Sem contar que as funcionárias da limpeza lavam sem equipamento de EPI, de rasteirinhas sem luvas sem botas descaças um absurdo.
 
silvia pestille em 06/01/2014 13:15:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions