A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

26/05/2016 09:46

Choque matou seu Didi, vendedor de sabão que teve medo de perder casa

Aline dos Santos e Viviane Oliveira
Na casa da vítima, fitas de isolamento mostram local de queda da vítima. (Foto: Simão Nogueira)Na casa da vítima, fitas de isolamento mostram local de queda da vítima. (Foto: Simão Nogueira)
Aparecido conta que fio escapou da rede de alta tensão. (Foto: Simão Nogueira)Aparecido conta que fio escapou da rede de alta tensão. (Foto: Simão Nogueira)

Temeroso de perder a casa, Dari Menezes, 68 anos, perdeu a vida após pisar num fio de alta tensão e foi atingido por descarga elétrica de 13 mil volts.

Conhecido como seu Didi, ele morava há 14 anos no Jardim Itamaracá, vendia sabão e era querido pela vizinhança. Na manhã de hoje (dia 26), a reportagem foi ao local e a rua Joana Maria de Souza, que estava vazia, logo ficou cheia de pessoas tristes e surpresas com o fim trágico de seu Didi.

Com o chinelo derretido do irmão nas mãos, João José Menezes, 64 anos, mora em uma fazenda, mas chegou a Campo Grande a tempo de encontrar Dari morto em frente de casa. “Um homem forte e sadio. Não tinha nenhum problema de saúde, morreu dessa forma triste”, lamenta. Didi era viúvo há 10 anos e morava com um filho deficiente auditivo.

A tristeza também marca a entrevista da acadêmica Vivian Carla Nicolau, 34 anos. “Foi horrível o que aconteceu com o seu Didi. Até agora eu escuto os gritos das pessoas desesperadas”, diz. Vivian é vizinha da vítima há cinco ano. “Ele era muito conhecido no bairro”, afirma.

Segundo o pedreiro Aparecido Francisco da Silva, 58 anos, que também é vizinho da vítima, houve uma explosão por volta das 23h, acabou a energia e muita gente saiu para fora de casa. “O fio que escapou da alta tensão começou a chicotear e sair faísca. A energia voltou e seu Didi saiu correndo da casa para desligar o padrão. Ele achou que o problema era na casa dele e que a casa ia pegar fogo”, relata.

O padrão fica em frente ao imóvel simples e o fio caiu no quintal. Muitas pessoas ainda gritaram para que Dari não fosse. “Ele acabou pisando no fio, que enroscou na perna esquerda dele. A perna começou a pegar fogo. As pessoas estavam desesperadas tentando ajudar. Ainda tivemos que segurar uma sobrinha dele”, conta. O velório de seu Didi será na casa de um parente, no bairro Itamaracá. 

Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e bombeiros foram ao local, mas Dari já estava morto. Técnicos da Energisa também foram chamados para auxiliar na retirada da vítima da rede de alta tensão. Por causa da situação, o fornecimento de energia elétrica chegou a ser interrompido na região. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Energisa e aguarda retorno. 

Chinelo de borracha que seu Didi usava derreteu.  (Foto: Simão Nogueira)Chinelo de borracha que seu Didi usava derreteu. (Foto: Simão Nogueira)
Homem fica preso em rede de alta tensão e morre; região fica sem luz
Uma pessoa ainda não identificada, mas que seria do sexo masculino, morreu na noite desta quarta-feira (25) ao ficar presa na rede elétrica de alta t...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions