ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 11º

Capital

Chuva transforma cruzamento em lamaçal e carros ficam atolados no Aero Rancho

Ponto crítico é no cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, onde motorista ficou 9 horas atolado

Por Gabrielle Tavares e Cleber Gellio | 10/06/2022 10:28
Um dos veículos que atolou na madrugada desta sexta-feira (10) está até agora no local. (Foto: Marcos Maluf)
Um dos veículos que atolou na madrugada desta sexta-feira (10) está até agora no local. (Foto: Marcos Maluf)

Chuva transformou rua do Bairro Aero Rancho em um lamaçal e transformou em caos a vida de quem, por acaso, resolveu passar por ali nos últimos dias. Pelo menos cinco carros ficaram atolados, além de diversos pedestres e motociclistas caindo.

A parte mais crítica é no cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara. Os moradores explicaram que o trecho passa pela segunda etapa de obras de pavimentação, com recursos do governo do Estado. As escavações deixaram a via com uma terra fofa, agora molhada pela chuva, que se transformou em uma “piscina de barro”.

Moradora do local, Marilene da Conceição. (Foto: Marcos Maluf)
Moradora do local, Marilene da Conceição. (Foto: Marcos Maluf)

Marilene da Conceição Bezerra, 38 anos, mora em frente ao trecho caótico e relata que na tarde de ontem (9), um médico da unidade de saúde do bairro passou 6 horas atolado no local e precisou chamar ajuda de amigos para resgatá-lo.

“Ele ficou das 16h até as 22h. Nem uma hora depois outro carro caiu, e de madrugada, outro. Toda vez que chove fica assim, é péssimo”, relatou.

Os dois carros, um Fiat Uno e um Palio, amanheceram presos no local. O motorista do Fiat Uno, um professor, passou a madrugada inteira tentando sair de lá e ficou 9 horas no atoleiro, das 23h30 às 8h30. Só saiu com o auxílio de uma patrola do governo.

O Palio atolou por volta das 5h, de acordo com Marilene, mas o motorista resolveu deixar o carro por lá mesmo, onde está até agora. A patrola, que salvou o Fiat Uno, ficou com medo de atolar também e foi embora sem retirar o Palio.

A mesma patrola também colocou manilhas e uma fita para impedir a passagem de carros na manhã de hoje (10).

Prejuízo - O barro também tem atrapalhado o trabalho de Marilene, que fabrica móveis artesanais e não está conseguindo realizar as entregas. “Ontem (9), tinha uma entrega e não consegui sair de casa, e nem dá para pedir para os clientes virem buscar com a rua assim.”

Depois dos atolamentos, foram deixas manilhas no local para impedir a passagem dos carros. (Foto: Marcos Maluf)
Depois dos atolamentos, foram deixas manilhas no local para impedir a passagem dos carros. (Foto: Marcos Maluf)

Outro que saiu no prejuízo foi o motorista de aplicativo Douglas Teixeira Lima, de 41 anos, que estava indo buscar uma passageira quando chegou no cruzamento repleto de barro, e desistiu.

“Estava indo buscar uma passageira na Rua do Príncipe e tem que passar por ali, aí tive que cancelar a corrida. Quando não está chovendo, é todo tipo de problema nas ruas. Tive que gastar R$ 1,4 mil para suspender o carro”, disse.

O morador Henrique dos Santos, que ajuda os motoristas que atolam no cruzamento. (Foto: Marcos Maluf)
O morador Henrique dos Santos, que ajuda os motoristas que atolam no cruzamento. (Foto: Marcos Maluf)

O refrigerista Henrique dos Santos, 31 anos, se diz privilegiado por morar na parte da rua que já tem asfalto, a alguns metros do ponto crítico. Por conseguir se deslocar facilmente, ele fica responsável por ajudar quem fica atolado.

“Ontem, por volta das 18h30, ajudei outra pessoa aqui, já foram umas quatro ou cinco pessoas atoladas. Quando não é barro, é poeira”, ressaltou.

O contador Everson Silva, 33 anos, até criou um grupo no Facebook com os moradores da região para levantarem os pontos que precisam de melhorias. Entre os assuntos debatidos, sempre surge o cruzamento do lamaçal.

“Poderiam, pelo menos, colocar uma medida paliativa, como uma passarela, para conseguirmos ter acesso a pé”, apontou.

Cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, no Aero Rancho. (Foto: Marcos Maluf)
Cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, no Aero Rancho. (Foto: Marcos Maluf)
Cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, no Aero Rancho. (Foto: Marcos Maluf)
Cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, no Aero Rancho. (Foto: Marcos Maluf)
Cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, no Aero Rancho. (Foto: Marcos Maluf)
Cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, no Aero Rancho. (Foto: Marcos Maluf)
Cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, no Aero Rancho. (Foto: Marcos Maluf)
Cruzamento da Rua Galeão com a Rua Pedro Alcântara, no Aero Rancho. (Foto: Marcos Maluf)
Nos siga no Google Notícias