ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Ciclista sofre para atravessar via onde carro destruiu semáforo há 10 dias

Acidente aconteceu no dia 5 de maio e terminou com sete pessoas no hospital; motorista não tinha CNH

Por Natália Olliver | 15/05/2024 11:10

Há 10 dias ciclistas, motociclistas e pedestres sofrem por não conseguirem atravessar a Avenida Duque de Caxias, no trecho que fica em frente ao CMO (Centro Militar do Oeste), em Campo Grande. A dificuldade é devido a falta de sinalização causada por um acidente no dia 5 de maio. Nove pessoas estavam em uma caminhonete que bateu e derrubou um dos semáforos em frente ao Centro Militar.

Efigênia Abreu de 59 anos, comenta que a situação tem sido complicada, já que os carros que seguem pela avenida não dão passagem a quem tenta atravessar a via. Ela comenta que não há um guarda de trânsito para organizar o fluxo. No vídeo enviado por ela mostra o tempo de espera no local.

“Sem o sinal de novo, a gente quer atravessar na faixa e os carros não param. Eu estou aqui com a minha bike querendo atravessar. Cadê o semáforo daqui?”, disse.

O condutor da caminhonete é um jovem de 24 anos que não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação). O motorista levava sete passageiros, sendo alguns na carroceria da caminhonete. Após a batida, um dos ocupantes do carro fugiu e os demais seguiram para atendimento médico. Três estavam em estado grave.

Caminhonete derrubou um dos semáforos em frente ao CMO (Foto: Marcos Maluf)
Caminhonete derrubou um dos semáforos em frente ao CMO (Foto: Marcos Maluf)

A caminhonete ficou completamente destruída depois de bater contra o semáforo. Os pneus ficaram com marcas do meio-fio. O trânsito precisou ser interditado e aA Polícia Civil e a perícia foram acionadas. Dentro do veículo foram encontradas garrafas e copos de bebida alcoólicas. O condutor foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol após ser liberado do hospital.

A reportagem entrou em contato com a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), mas até o momento não obteve retorno.

Direto das ruas - A imagem chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

 Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal. Receba as principais notícias pelo celular.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias