A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/07/2013 08:23

Ciptran aposenta "blitze" e faz agora "ações surpresa" na Capital

Graziela Rezende
Ciptran muda estratégia e faz agora ações surpresaCiptran muda estratégia e faz agora "ações surpresa"

Quem estranhou o fato de não presenciar mais blitze de trânsito em Campo Grande, nos últimos dias, a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) explica que uma ‘nova estratégia’ está fazendo parte das abordagens policiais: ações surpresas com enfoque nos motociclistas durante o dia, tanto em cruzamentos do centro e em bairros. Já no período noturno e aos finais de semana, próximo a casas noturnas e restaurantes da cidade.

Segundo o Capitão Nedson Veiga Lino, são os próprios soldados que estão nas ruas, quem estão sugerindo os locais onde é grande o fluxo de motociclistas. “Escolhemos minutos antes da saída, corredores com grandes fluxos de veículos. Só na semana passada estivemos na avenida Mato Grosso com a Calógeras, Afonso Pena, além da avenida Júlio de Castilho com a rua Yokohama e o bairro Amambaí”, explica Lino.

Nos primeiros seis meses deste ano, durante as abordagens, o órgão recolheu 414 CNHs (Carteira Nacional de Habilitação), bem como as permissões temporárias. O número é 41,9% menor em relação ao ano passado, quando 713 documentos foram recolhidos no mesmo período.

O mesmo comparativo de infrações resulta em diminuição de infrações por alcoolemia. Foram 212 autos de infrações de janeiro a junho deste ano, 20,6% a menos do que em 2012, quando houve a emissão de 267 autos de infrações.

Lei Seca: Porém, quando se trata de prisões por embriaguez, inclusive com a constatação por meio do bafômetro, o número é preocupante, já que aumentou em 12% em relação ao ano passado. É que nos 180 primeiros dias de 2013, 121 condutores foram detidos por estarem alcoolizados. No mesmo período, porém em 2012, 108 pessoas foram para a delegacia por conta deste crime.



Se há pouca fiscalização como dizem, é por conta do efetivo que está baixo. É só abrir concurso que isto se resolve.
 
Nicoli Curci em 29/07/2013 09:01:44
PARABÉNS, GOVERNO DO ESTADO, ATRAVÉS DE CIPTRAN, QUE DEVEM FAZER BLITZ E MAIS BLITZ, POIS O QUE TEM DE PESSOAS DIRIGINDO, MOTOS, CARROS, E VEÍCULOS IRREGULARES, NÃO É FÁCIL, MAS QUE FAÇAM TAMBÉM, BLITZ, NOS BAIRROS, VEJAM O PROBLEMA, DE ESTACIONAMENTO, INCLUSIVE NAS CALÇADAS, QUE É UM ABSURDO, PRECISA CONTINUAR ESSAS BLITZ, PARABÉNS, COM A POLÍCIA NAS RUAS, OSTENSIVAMENTE, OS FORAS DAS LEIS, DESAPARECEM, MESMO COM AS LEIS, FRACAS, MAS JÁ AMEDRONTA.
 
PEDRO BRAGA em 29/07/2013 08:51:07
Que bom eles tem que fazer blitze aqui no jardim aero rancho no sábado a noite na avenida marechal deodoro perto da coophavila II no sábado não esta dando para passar por esse local a partir da 23:30 o fluxo é grande, jovem de carro e moto as vezes vou a feira central com minha família tenho que passar por outras rua para desviar este local esta ficando perigoso .....
 
JOSE PEDRO em 29/07/2013 08:13:20
Não é só a CIPTRAN.
De uma maneira geral, desde as últimas eleições municipais, a PM sumiu das ruas de Campo Grande.
Até no centro, na esquina da Afonso Pena com a 14, onde existiu até um base móvel, e todos os dias eu via diversos PMs por ali, não tem mais.
Realmente não sei se é uma nova estratégia da PM, mas concordo com o leitor Alfredo Carvalho de Souza Gomes, a sensação hoje em Campo Grande é que pode se fazer de tudo no trânsito, pois não existe fiscalização, a não ser alguns radares esparramados pela cidade!
 
Paulo Porto em 29/07/2013 08:09:20
Não é só sem cinto e falando no celular. O que tem de animal de estimação dirigindo veículo pela cidade.. é brincadeira.
 
Orlando Santos em 29/07/2013 07:54:50
o senhor Alfredo Carvalho deve estar em outro mundo, a Guarda Municipal, que eu saiba, nunca fiscalizou transito e nem tem competência pra isso, ao invés de ficar criticando, procure ajudar denunciando que nem falou o amigo Felipe Alberto, não faça comentários sem saber o que fala, senhor Alfredo procure entender as coisas não fale asneira.
 
Claudio Pereira em 28/07/2013 22:49:11
PELO AMOR DE DEUS SRº COMANDANTE. MANDE SUA TROPA URGENTE AQUII NA COOPHAVILA-II, TA DEMAIS AS INFRAÇÕES POR AQUI
 
filadelfio terencio em 28/07/2013 22:34:54
fácil falar de motociclista o difícil é acertar dar a ceta e entrar com o carro repentinamente nos cruzamentos e nem dar a preferencia
 
edson rodrigues em 28/07/2013 20:11:56
e senhor newton o senhor deve de ser 1 desses motoristas que andam fazendo besteiras no transito achando que tudo e todos devem acatar suas irresponsabilidade tem que ai então sempre tem que jogar a culpa em alguém principalmente nos motociclista, transito e conhecimento e agilidade então pense nisto
 
jair santos em 28/07/2013 20:04:49
EU ACREDITO QUE A POLICIA TINHA QUE SER MAIS ÁGIL. ONTEM TINHA UMA MOTORISTA DIRIGINDO EMBRIAGADONA REGIAO DO AEROPORTO, EU LIGUEI DUAS VEZES PARA 190 ELES NÃO APARECEU. PACIENCIA
 
Ruberley caxias em 28/07/2013 19:57:33
A Ciptran precisa fazer campanhas educativas, quanto a sua atuação, é pífia.
 
Eder Gonçalves em 28/07/2013 19:51:28
Em campo grande tem muitos acidentes com motociclistas, mas também tem muitos motoristas bêbados mantando pessoas no transito.
 
Paulo Ferreira em 28/07/2013 19:39:51
Alfredo Carvalho de Souza Gomes
A Guarda Municipal ainda não atua no trânsito...
 
carlos eduardo em 28/07/2013 19:23:10
Senhor Alfredo, venho esclarecer que a Guarda Municipal não faz nenhum policiamento de trânsito, quem faz esse trabalho são os agentes de transito da Agetran. O problema que o corporativismo não deixa falar é que a nossa Ciaptran não tem é viatura nossos PMs tem apenas 4 viaturas 4 rodas para atender toda a cidade, incluindo os nossos distritos. O que falta é coragem de assumir que os investimentos públicos estaduais não estão sendo realizados para o beneficio do bem comum. Sou Guarda Municipal e vejo isso com muita preocupação pois temos um efetivo até bom para atender crimes de menor poder ofensivo, acidentes de transito e fechar botecos que não estão em acordo com as legislações vigentes e contribui em muito com acidentes, homicídios e outros crimes. O que falta é as instituições se uni
 
FABIO AUGUSTO em 28/07/2013 12:39:05
O FATO É MOTOCICLISTA TA SEMPRE CERTO E MOTORISTA ESTA SEMPRE CERTO TAMBÉM, BANDO DE IGNORANTES QUANDO UM PEDESTRE É ATROPELADO É COM CARRO OU SERA QUE É MOTO
 
MARCIO em 28/07/2013 12:28:07
vamos todos nos consentir que devemos fazer a coisa certa no transito, pois estamos la todos os dias, cada um faz a sua parte certa e tudo bem blz....
 
walcir batista de souza em 28/07/2013 11:52:05
Eloy Marques,
Denuncie!!! É fácil o cidadão ficar reclamando sem ter qualquer tipo de comprometimento. Ao se omitir você é cúmplice dessa situação. Realmente temos pouca fiscalização e é exatamente por isso que a pessoa que anda certo tem que denunciar. Esperar o poder público adivinhar o infrator é utopia...
 
Filipe Alberto em 28/07/2013 10:59:45
o companheiro acima deve ser motoqueiro pois são vcs que causa caos no transito, parece abelha, já fui vitima não respeitam nada nem estacionamento nem as prestações eles pagam, toda regra tem e existem os bons mas é muito poucos é só verificar as estatísticas de acidentes nos pronto socorro para eles é uma ofensa andar atrás, tem que ser na frente e os sinais(semáforos) então.....
 
newton oliveira em 28/07/2013 10:17:18
Ver um guarda fiscalizando o trânsito é realmente uma surpresa! Se essas "ações" existissem e fossem constantes, não teríamos em Campo Grande a enorme quantidade de motoristas dirigindo embriagados, em alta velocidade, sem habilitação, etc. Notícia neste site, a poucos dias atrás: hospitais lotados devido ao grande número de acidentes. Como explicar que o número de multas caiu? É óbvio que a fiscalização, que já era rara e ineficiente, diminuiu ainda mais!!! Basta 1 minuto em qualquer cruzamento da cidade para ver alguém sem cinto ou falando ao celular. Trabalho em uma empresa em que metade das pessoas que vêm de moto não têm habilitação! Nas madrugadas, a embriaguez nas ruas é regra. E aí, cade a CIPTRAN?
 
Eloy Marques em 28/07/2013 09:47:46
Ótima estratégia assim não da para espalhar onde está a blitz, mas erro grave é focar os motociclistas, não são somente eles que cometem infrações, motoristas também, e muito poucos motociclistas frequentam Valley, Miça, Bodega, ou estão com medo de abordar algum filhinho de caciques da cidade, lembrem uma pessoa estudada de boa familia, passou a noite bebendo em um bar desses e matou um trabalhador na Bahia com Afonso Pena
 
Carlos Marchi em 28/07/2013 09:09:46
Desculpa esfarrapada do senhor capitão. Ando pelas vias de Campo Grande seis dias da semana e não encontro guarda da ciptran, raramente passo por uma viatura passeando pela cidade. Desde que a guarda municipal foi criada a CIPTRAN sumiu da cidade. A tão falada guarda municipal não da conta do transito da cidade,esta um caos. É motociclista fazendo o que quer , assim como motorista de automóvel fazendo besteiras no transito e ninguém faz absolutamente nada. Os guardas da AGETRAN estão mais preocupados em ficar nas esquinas da 14 de julho/ 13 de maio com a Afonso Pena batendo papo e se mostrando para o mulherio que por ali cruza. Com a criação da Guarda Municipal a CIPTRAN abandonou o trânsito de Campo Grande, está é a verdade. Não venham com papo de Blitz!
Tem que fiscalizar todos os dias
 
Alfredo Carvalho de Souza Gomes em 28/07/2013 09:04:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions