A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

22/04/2014 21:29

Cliente que não recebeu tablet será indenizado em R$ 7,2 mil por empresa

Alan Diógenes

A empresa Barato a Jato Promoções Ltda terá que devolver a quantia de R$ 259, além de pagar R$ 7,2 mil de indenização por danos morais ao cliente Davi da Silva Cavalcanti, que não recebeu um tablet comprado no site de compras coletivas. A decisão foi da 3ª Vara Cível de Campo Grande, após o cliente entrar com a ação contra a empresa.

Davi afirmou que no dia 9 de maio de 2012 comprou um tablet por um site no valor de R$ 259, mas a empresa responsável pela entrega não entregou o produto no prazo estipulado. Ele chegou a entrar em contato com a empresa para saber o motivo do atraso, mas não teve retorno. Davi disse ainda que o descaso da empresa em entregar o produto lhe causou abalo moral.

A empresa informou que é a intermediadora da venda e que a responsabilidade é da anunciante. Alega também que o atraso pode ter sido ocasionado pelos Correios.

De acordo com o juiz Alexandre Corrêa Leite, embora a empresa tenha alegado ser intermediadora de venda, “não afasta sua responsabilidade, e tem a mesma tem que responder solidariamente pela má prestação do serviço ao cliente”.

Ainda conforme o magistrado, o site de compras coletivas “veiculou publicidade onde se compromete à rápida entrega do produto anunciado, especificamente, no prazo de 30 a 70 dias úteis”, o que não aconteceu.

Revoltada, cliente quer entrar na Justiça depois de ter a energia cortada
Revoltada, a consultora empresarial Daniela Matos dos Reis, 38 anos, quer entrar na Justiça contra a Enersul a pós ter a energia da casa dela cortada...
Banco é condenado a pagar R$ 1,7 mil a cliente por cobrar dívida de terceiro
O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul acatou o recurso apresentado por Abel Rezende contra o HSBC Bank Brasil S.A. condenado ao pagamento de in...
Cliente receberá de loja quantia paga por móveis não recebidos
A Justiça negou o recurso apresentado pelo Banco Santander contra a decisão da 2ª Vara de Naviraí, que determinou que a empresa reincidisse o contrat...
Agência de turismo terá que indenizar clientes que tiveram viagem interrompida
O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul acatou o pedido de indenização por danos morais e materiais feito pelo cliente Jose Augusto Lopes Sobrinh...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions