ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 10º

Capital

Com acidente e inauguração de atacadista, trânsito na Três Barras fica caótico

Fluxo na região já é cheio em horário de pico, e hoje ficou ainda mais desafiador a motoristas

Por Liana Feitosa e Karine Alencar | 29/06/2022 18:21



Horário de pico desafia os motoristas que precisam passar pela Avenida Três Barras, no bairro Vilas Boas, em Campo Grande. No entanto, no final da tarde desta quarta-feira (29), condutores registraram ainda mais lentidão no trânsito da região após um acidente, e foi preciso paciência para cruzar a via. A colisão entre carro e moto ocorreu por volta das 17h e causou ainda mais dificuldades de deslocamento na altura do novo Fort Atacadista, inaugurado nesta quarta-feira (29), o que gerou ainda mais movimento no local.

Desde as 16h a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) está no local para auxiliar na fluidez do trânsito. Após o acidente, o BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) também foi acionado.

A lentidão maior é notada entre o atacadista e a rotatória com o posto de combustíveis. "A Três Barras está impossível, tem muito carro. Demorei 20 minutos (para percorrer) do Fort até a rotatória", relatou o motorista de aplicativo Paulo Roberto Farina Moraes, 39 anos.  A partir das 18h o trânsito já fluía melhor, cheio, mas com mais rapidez.

Depois das 18h trânsito flui com mais de rapidez, mas ainda cheio. (Foto: Paulo Francis)
Depois das 18h trânsito flui com mais de rapidez, mas ainda cheio. (Foto: Paulo Francis)

Ao Campo Grande News a Agetran afirmou que diariamente o trecho apresenta alto fluxo de veículos. “Mais cedo estava tumultuado porque, quem vem na pista da direita, do bairro para o Centro, e quer virar à esquerda, não pode. Tem que ir até a rotatória, que fica a mais de 150 metros do Fort, fazer a conversão na rotatória, e só depois pegar o outro sentido da via”, orienta a Agência.

Outro fator que dificulta o deslocamento nessa via é a falta de sinalizações, tanto horizontais, quanto verticais. Faltam faixas de pedestres, placas e pinturas na avenida para auxiliar o motorista e chamar a atenção dos condutores para as manobras permitidas ou não no local.

Acidente - Uma motocicleta Honda Fan foi atingida por um veículo Volkswagen Polo Sedan no final da tarde, enquanto descia pela Avenida Três Barras. O Polo trafegava pela Rua  Antônio Carlos do Vale, que acaba na Três Barras, quando atingiu a moto, que descia pela avenida do bairro em direção ao Centro.

À frente da moto estava um outro veículo, que parou na Três Barras para o Polo virar na avenida, mas a moto não parou, e acabou atingida. Estavam irregularmente na motocicleta um homem e uma mulher, ambos de 21 anos de idade, além do bebê deles de apenas 2 meses.

Casal e bebê atingidos por carro na Avenida Três Barras foi socorrido pelo Samu. (Foto: Paulo Francis)
Casal e bebê atingidos por carro na Avenida Três Barras foi socorrido pelo Samu. (Foto: Paulo Francis)

O motociclista não se feriu, já a mulher e o bebê sofreram escoriações, aparentemente, sem fraturas ou lesões graves. o bebê chegou a cair no asfalto e raspou a cabeça na via. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) atendeu a ocorrência e encaminhou os ocupantes da moto para a Santa Casa.

O condutor da moto perderá 4 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e multado em R$ 130 por infração média por levar três ocupantes na motocicleta.

Segundo o motorista do Polo, ele não viu a moto, por isso fez a conversão quando o carro parou. “Quando vi que o carro havia parado, achei que dava para ir em frente e não vi a moto, e acabei atingindo ela”, detalha João Paulo de Souza, 31 anos, operador de máquinas.

No carro dele estavam mais duas pessoas. Ele negociou com o motociclista a prestação de toda assistência necessária aos ocupantes da moto, recolhê-la e buscar a família no hospital. O acordo foi estabelecido sob orientação da polícia de trânsito. Caso não seja cumprido, o motociclista pode acionar a justiça.

Nos siga no Google Notícias