A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/04/2014 12:34

Com atraso de onze meses, Outlet inicia obras em Campo Grande

Kleber Clajus e Aliny Mary Dias
Empresa pretende inaugurar empreendimento até o primeiro trimestre de 2015 (Foto: Marcelo Victor)Empresa pretende inaugurar empreendimento até o primeiro trimestre de 2015 (Foto: Marcelo Victor)
Obras de Outlet, que terá 18 mil m² de área construída, iniciaram neste mês na região do Indubrasil (Foto: Marcelo Victor)Obras de Outlet, que terá 18 mil m² de área construída, iniciaram neste mês na região do Indubrasil (Foto: Marcelo Victor)

Políticos e empresários participaram, nesta quarta-feira (2), do lançamento da pedra fundamental do Outlet Premier Campo Grande, primeiro empreendimento do segmento em Mato Grosso do Sul. A obra no Indubrasil, que tinha previsão de entrega em novembro, sofreu atraso provocado pela demora na emissão de licenças e alvarás na gestão do ex-prefeito, Alcides Bernal (PP).

Ao todo serão 18 mil m² de área construída, composta por 65 lojas e 4 âncoras, de marcas conceituadas internacionalmente, que comercializarão produtos com até 70% de desconto. O investimento inicial, realizado pela empresa Rivercom, é de R$ 50 milhões e a obra tem perspectiva de entrega no primeiro trimestre de 2015.

O Outlet será instalado em área localizada no macro anel rodoviário, entre as saídas de Sidrolândia e Aquidauana.

Para o diretor da Rivercom, Tito Alcântara Bessa, a escolha por Campo Grande se pautou em uma pesquisa de consumo realizada há um ano e meio atrás. Porém, o atraso na liberação das licenças e alvarás quase fez a empresa reprogramar os investimentos para outra cidade. Isso porque recebeu doação do terreno de 612 hectares em junho do ano passado, mas só pode iniciar as obras nesta semana.

“Quase desistimos de Campo Grande por conta do atraso na documentação”, afirmou Tito, que foi convencido a seguir com os planos pelo ex-assessor de Bernal e desembargador aposentado do TJMS (Tribunal de Justiça de MS), Luiz Carlos Santini.

O governador André Puccinelli (PMDB) ressaltou que o empreendimento trará progresso econômico ao gerar 700 empregos diretos e 1,5 mil indiretos. Ele também elogiou a postura de Santini por “intermediar diálogo entre o ex-prefeito e o empresário para não perder o investimento”.

Também estiveram presentes no lançamento da pedra fundamental a vice-governadora Simone Tebet (PMDB), o pré-candidato ao governo Nelsinho Trad (PMDB), o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Edil Albuquerque, o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Campo Grande, Ricardo Kuninari, e da Amas (Associação Sul-mato-grossense de Supermercados), Marcelo Gutierrez Gonçalves.

Governo doa área para construção de shopping outlet em Campo Grande
Com previsão de investimento entre R$ 60 e R$ 80 milhões, o shopping outlet deu mais um passo para sair do papel. Hoje, foi publicada a lei que autor...
De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....


Até hoje fico pensando se o Bernal não era um "Cuiabano frustrado", infiltrado na Prefeitura!...Eu nunca vi ninguém mais desinteressado no progresso de Campo Grande!
 
Paulenir Nogueira de Barros em 02/04/2014 18:45:50
612 hectares? uma fazenda para construção de um shopping?
 
wilbert Mohr em 02/04/2014 18:40:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions