A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

11/01/2012 20:16

Com chuvas, moradores do Laranjais começam a viver dramas antigos

Fabiano Arruda e Paula Maciulevicius

Maioria das ruas do bairro não tem asfalto e lama volta a incomodar

Poça toma parte de rua e dificulta vida de pedestres e motoristas. (Foto: João Garrigó)Poça toma parte de rua e dificulta vida de pedestres e motoristas. (Foto: João Garrigó)

Bastou chover e o bairro Laranjais registra cenas que viraram comuns nos últimos cinco anos, conforme moradores. Barro, ruas sem condições de tráfego e o risco de a lama invadir as casas estão entre os problemas mais comuns.

Uma moradora se recusou dar entrevistas. Indignada, diz que cansou de “falar e nada mudar”.

Outro morador, que preferiu não se identificar, relata o transtorno na Rua Joaquim Lacerda, principal via do bairro e linha de ônibus.

A rua é quase toda asfaltada, exceto duas quadras. O desnível da esquina onde termina o asfalto formou uma poça que se agravou nos últimos dias, formando lama que toma todo o espaço.

O morador reclama do transtorno para pedestres e motoristas que não conseguem passar por aquele ponto. “Ninguém consegue passar a pé e o risco de um carro atolar é grande”, diz.

“Eu ainda não peguei um período de chuva forte, felizmente. Espero que isto melhore”, complementou.

Mais antiga no bairro, a cabeleireira Braulina Rulfino diz que os problemas “não são de hoje”. Ela, que mora na Rua Sucupira, queixa-se dos prejuízos mais graves, como o alto volume de água que desce do bairro Fluminense, até de questões mais comuns, como não poder caminhar sem sapatos fechados pelas ruas.

Morador diz temer que carros atolem no trecho.Morador diz temer que carros atolem no trecho.

A Rua Pororoca, onde um carro caiu numa cratera aberta na lateral da via em maio do ano passado, também é alvo de reclamação.

Eurides de Andrade Soares, 57 anos, admite que o buraco que chamou atenção em 2011 está menor, no entanto, ainda oferece risco. “Outro carro pode cair aqui”, avisa ela, que mora há 24 anos no bairro.

Precavida, ela mostra em frente à sua residência um monte de areia, tijolos e tábuas. Diz que são soluções para evitar que a água invada sua casa.

Já o mecânico Fabiano Ortiz Fernandes, 27 anos, tomou atitude mais drástica. Conta que há 15 dias abandonou seu imóvel e mudou para o Aero Rancho. Tudo para não ver cenas que ele viveu ano passado se repetirem.

Segundo ele, a lama invadiu sua casa, que fica na esquina das ruas Pororoca e Imbirussu, na mesma época do ano passado. Para ele, agora, não havia alternativa a não ser deixar o bairro dos Laranjais.

Menino busca alternativa para passar por lugar tomado pelo barro.Menino busca alternativa para passar por lugar tomado pelo barro.
Moradora se equilibra entre buracos e matagal em rua do bairro Laranjais.Moradora se equilibra entre buracos e matagal em rua do bairro Laranjais.


É uma vergonha um bairro como esse ainda estar sem pavimentação publica, alias pagamos nossos impostos para que? Acho que cada cidadão tem que morar com um pouco de dignidade com asfalto, iluminação publica e saneamento básico.
 
Maxwel Gomes de Souza em 12/01/2012 08:55:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions