A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/09/2014 08:35

Com estação desativada, população critica "elefante branco" em Indubrasil

Filipe Prado
Foi investido 1,6 milhão na reforma da Estação Indubrasil (Foto: Marcelo Calazans)Foi investido 1,6 milhão na reforma da Estação Indubrasil (Foto: Marcelo Calazans)

 

 

Excluída do percurso, Campo Grande não integra mais a rota de passeio do Trem do Pantanal, que agora percorre o trecho de Aquidauana a Miranda. Com isso, a Estação do Indubrasil, que recebeu R$ 1,6 milhão em recursos, virou mais um “elefante branco” e população criticou abandono.

Depois da reinauguração, em maio de 2009, o trem mudou de destino, indo somente até Miranda. Agora, para ser mais atrativo e agradável ao público, o passeio será mais curto, justifica a administradora Serra Verde Express.

O vigia Fernando Rosa Ferreira, 47 anos, não gostou da exclusão da Capital. “Acho ruim, o movimento era bom. Seria legal se ficasse". Para ele, a estação precisaria ser melhorada e transformada em algo para a população do bairro.

Para o soldador Luis Carlos Galeano, 36, a estação poderia ter outra utilidade a partir de agora. “Poderia virar um posto de saúde, um centro comunitário ou um centro poliesportivo. Seria o ideal, por que é uma obra bonita e pode ajudar a população”, analisou.

Antônio ficou decepcionado com a notícia (Foto: Marcelo Calazans)Antônio ficou decepcionado com a notícia (Foto: Marcelo Calazans)

Ele criticou duramente a obra, porque “nunca teve serventia”. Ainda afirmou que o dinheiro investido na estação foi “mal gasto”.

O lugar hoje está abandonado. Mesmo com dois vigias, alguns pontos já têm sinais dos vândalos, porém boa parte da estação segue preservada.

O aposentado Antônio Guedes Calves, 72, diz que ficou decepcionado com a exclusão da Capital do passeio. “É difícil eu viajar no trem, mas isso vai acabar com o turismo”, assegurou.

“Está tudo parado. Quantos que foram gastos nesta obra?”, questionou o aposentado. Ele também acreditou que a estação poderia ser transformada em algo que ajudasse os moradores do bairro.

Serra Verde Express afirmou que o deslocamento entre Aquidauana e Miranda levará apenas quatro horas. Agora o trem sai de Aquidauana às 13h30 e chega a Miranda às 17h30. A viagem de volta acontece no dia seguinte. Saindo de Miranda às 10h, com chegada a Aquidauana às 14h.

A próxima viagem será nos dias 20 e 21 de setembro. A passagem custa R$ 90,00 para adultos e R$ 36,00 para crianças.

O Campo Grande News entrou em contato com o Secretaria de Turismo, através da assessoria de imprensa, mas não obtivemos respostas sobre o futuro da estação do Trem do Pantanal.

Os moradores do Indubrasil criticaram o abandono e pediram um local que ajudasse o povo (Foto: Marcelo Calazans)Os moradores do Indubrasil criticaram o abandono e pediram um local que ajudasse o povo (Foto: Marcelo Calazans)
Sem uso, a estação começa a ter sinais de abandono (Foto: Marcelo Calazans)Sem uso, a estação começa a ter sinais de abandono (Foto: Marcelo Calazans)


1,6 milhão é pechincha perto do que roubam dos cofres públicos, basta ver o que custa por ano um senador no BR, 36 milhões, fazem brincadeira com o dinheiro do contribuinte.
 
Marcos Wild em 07/09/2014 12:27:14
Quando as obras realizadas tiverem uma perspectiva, uma programação a médio e longo prazo, isso aqui terá se tornado um país sério. Mas por enquanto é isso: amadorismo, improviso, previsibilidade de insucesso. E se saindo de Campo Grande tava difícil conseguir passageiros, agora, com esse distanciamento, pode enterrar o trem de vez, pois uma viagem de Campo Grande à Aquidauana, serão cerca de 2 horas pra ir e mais 2 horas pra voltar aproximadamente e não foi citado logística que interligue um trajeto rodoviário com a estação de Aquidauana.
 
Adriano Magalhães em 07/09/2014 10:51:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions