ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Com garantia da Aneel, funcionários da Enersul suspendem greve até amanhã

Vinícius Squinelo | 18/12/2013 21:13

Os funcionários da Enersul suspenderam temporariamente a paralisação que já durava 48 horas. Até a tarde de amanhã (19) os trabalhos da concessionária vão seguir normalmente, porém uma nova paralisação não está descartada já na sexta-feira (20).

A paralisação teve início na ontem (17) e prosseguiu hoje (18), inclusive com o fechamento da avenida Gury Marques, em Campo Grande. Os trabalhadores da concessionária de energia de 74 das 79 cidades de Mato Grosso do Sul temem demissão em massa devido à venda da Enersul para a Energisa, aprovada ontem pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Na tarde de hoje, representantes do sindicato se encontraram com o interventor da Enersul, Jerson Kelman, e realizaram uma assembleia geral em frente à sede da Enersul.

“Prorrogamos a assembleia até a tarde de amanhã, e por enquanto a greve esta suspensa”, informou Elvio Marcos Vargas, presidente do Sinergia (Sindicato dos Eletricitários de MS).

O motivo da suspensão e adiamento da assembleia foi o recebimento de um documento, assinado pela Aneel.
“Surgiu esse documento da Aneel, onde a empresa (Energisa) terá o compromisso de não realizar demissões”, afirmou Elvio. A condição seria imposta pela própria agência nacional.

A assembleia geral reuniu aproximadamente 400 pessoas na sede da Enersul, na Capital, e foi adiada para às 16h desta quinta-feira.

Venda – O plano da Energisa, que teve aval ontem para a Compra do Grupo Rede, incluindo a Enersul prevê R$ 154 milhões a menos em investimentos do que a necessidade da Enersul. Além do compartilhamento de estrutura e recursos humanos. A empresa atende a 94,4% da população de Mato Grosso do Sul, num total de 2,4 milhões de habitantes.

Nos siga no Google Notícias