A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/08/2011 15:38

Com índice de umidade em 12% e temperatura de 36°C, Capital segue em alerta

Paula Maciulevicius

Frente fria derruba as temperaturas no final da semana

Altas temperaturas e tempo seco fazem com que população crie meios de se proteger. (Foto: Arquivo)Altas temperaturas e tempo seco fazem com que população crie meios de se proteger. (Foto: Arquivo)

Com a umidade relativa do ar em baixa, em 12% e a temperatura na média dos 36ºC, Campo Grande segue esta terça-feira em estado de alerta. A última chuva significativa foi há 26 dias, no final de julho.

Segundo o meteorologista da Anhanguera/Uniderp, Natálio Abrahão, os últimos registros de chuva são do dia 22 de julho. Casado com as altas temperaturas, o tempo seco provocou estado de alerta da Defesa Civil. A Coordenadoria emitiu um alerta para a baixa umidade do ar estar bem abaixo do recomendável, de 30%.

A Defesa Civil recomenda não se expor ao sol nem atividades ao ar livre especialmente no período entre 10h e 16h, horário em que os índices ficam ainda mais críticos.

Dentro de casa e no trabalho a orientação é de ingerir bastante líquido para evitar a desidratação.

Conforme a Coordenadoria de Defesa Civil, no tempo seco aumenta o risco de incêndios florestais e a recomendação é para a população não fazer fogueiras principalmente nas proximidades de matas e florestas.

Outra orientação é para que os motoristas que trafegam por regiões sujeitas a incêndios tenham atenção redobrada, já que a visibilidade é reduzida pela fumaça.

Para driblar baixa umidade campo-grandenses buscam se refrescar com sorvete e muita água. (Foto: Arquivo)Para driblar baixa umidade campo-grandenses buscam se refrescar com sorvete e muita água. (Foto: Arquivo)

Em Dourados, cidade 233 quilômetros da Capital, a baixa umidade do ar também provocou estado de alerta, por se encontrar abaixo dos 12%. A Defesa Civil do município pediu para a população atenção redobrada nos dias mais críticos e evitar esforço físico.

Segundo divulgado pela Defesa Civil, os problemas decorrentes da baixa umidade do ar são complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas, sangramento pelo nariz, ressecamento da pele e irritação dos olhos.

Mudança - O tempo pode virar ainda nesta semana, com a chegada de uma frente fria que atua na região Sul do país, na sexta-feira e promete derrubar as temperaturas do Sul do Estado até o Norte.

Em Campo Grande, as temperaturas que estão em média 36°C podem chegar a 9°C. Na região Sul, os termômetros caem ainda mais, para 5°C.

“Deve ter chuva daqui para o Sul do estado e muito frio de poder tirar casaco e cobertor”, ressalta Natálio Abrahão.

O frio pode chegar até a região Norte na próxima semana, isso porque a frente continua agindo no litoral e parte dela interferindo em Mato Grosso do Sul.

Terça-feira de calor e umidade relativa do ar abaixo dos 30% em MS
Não há previsão de chuvaNesta terça-feira, a grande massa de ar seco se mantém sobre o Mato Grosso do Sul e deixa o céu com poucas nuvens. O sol bri...
Defesa Civil alerta para baixa umidade do ar em todo Estado
A orientação é ingerir bastante líquido para evitar a desidrataçãoA Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MS) alerta para baixa umidade para...
Depois de calor de quase 40º, MS pode ter frio e chuva no fim de semana
A semana começa com previsão de temperatura máxima de 39ºC em Mato Grosso do Sul e baixa umidade do ar, no entanto, as temperaturas devem cair e aind...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions