A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/08/2011 20:07

Com investimento de meio bilhão, prefeito detalha obras que mudam Campo Grande

Fabiano Arruda

Complexo Imbirussu-Serradinho, que consumiu R$ 90 milhões em recursos, é a maior obra, diz prefeito

Nelsinho assina ordem de serviço para novas frentes de obras. (foto: João Garrigó)Nelsinho assina ordem de serviço para novas frentes de obras. (foto: João Garrigó)
Para Nelsinho, obras foram frutos de um trabalho bem feito (foto: João Garrigó)Para Nelsinho, obras foram frutos de um trabalho bem feito (foto: João Garrigó)

Prefeito Nelsinho Trad (PMDB) apresentou na noite desta terça-feira, em evento realizado no Golden Class, intitulado “Campo Grande 112 anos – pronta para o futuro”, detalhes de obras consideradas emblemáticas e que vão modificar o perfil urbano da Capital.

Entre elas, o complexo Imbirussu-Serradinho, definida como a maior obra da Capital, teve R$ 90 milhões em investimento. Os principais benefícios são 15 quilômetros de avenida que ligam as saídas de Aquidauana e Rochedo, construção de 850 unidades habitacionais, obras para contenção de enchentes, quadra de esportes e ciclovia. Os recursos foram aplicados pela Prefeitura, governo do Estado e União.

Durante a entrada, Nelsinho destacou que as obras lançadas hoje são “fruto de um trabalho bem feito”. Ainda segundo o prefeito, nenhuma das obras apresentadas estão sendo entregues hoje, e sim estão sendo iniciadas.

Também presente no evento, o governador André Puccinelli (PMDB), comentou que “Campo Grande encontrou um bom sucessor”. “Fico feliz e satisfeito com as obras lançadas hoje”, simplificou André.

Outras 13 obras são destacadas pela administração municipal:

Revitalização Júlio de Castilho: Reivindicação antiga de moradores e comerciantes da região, o processo de revitalização da avenida será feito em 10 etapas e levará 14 meses para ser concluída. Serão necessários R$ 19 milhões em investimentos. A estimativa é que os imóveis da região serão valorizados em pelo menos 35%. Instalação de abrigos e iluminação subterrânea fazem parte do projeto.

CTCs: - São 28 bairros que tiveram pavimentação e drenagem nos corredores de transporte coletivo, vias que funcionam como linhas de ônibus. A expectativa da Prefeitura é de, até o final de 2012, entregar quase 100% das linhas de ônibus asfaltadas na Capital.

Nelsinho e André se disseram satisfeitos com o cronograma de obras (foto: João Garrigó)Nelsinho e André se disseram satisfeitos com o cronograma de obras (foto: João Garrigó)
Nelsinho, André e convidados assistem a apresentação cultural. (foto: João Garrigó)Nelsinho, André e convidados assistem a apresentação cultural. (foto: João Garrigó)

Segundo informações da Prefeitura, para a execução das obras nos corredores, o Pró-Transporte utiliza recursos federais provenientes do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), com contrapartida do Município, com custo estimado de R$ 280 milhões.

Revitalização da Praça Ary Coelho: O projeto é apontado como o início da modernização da região central de Campo Grande. O projeto para modificar a principal praça da cidade, que recebem diariamente de 15 a 20 mil pessoas, tem custo orçado em R$ 2,1 milhões.

Hospital do Trauma: A unidade é vista como a solução para desafogar a alta demanda de pacientes, principalmente, vítimas de acidentes de trânsito. Com investimento de R$ 9,9 milhões, terá 141 leitos (internação, observação, CTI e isolamento) e cinco salas de cirurgia.

Orla Ferroviária: Compreende o trecho entre a Morada dos Baís até a avenida Mato Grosso e terá calçadas com mosaico português, pórticos, quiosques, bicicletário, painéis com a história das colônias, teatro de arena, playground e aparelhos de ginástica. Os investimentos giram em torno de R$ 3,8 milhões.

Orla Morena I: Área dos trilhos, da avenida Júlio de Castilho até a Rua Plutão. São 2,3 quilômetros de extensão com pista de caminhada, skate, largos e feira, equipamentos de ginástica e lazer. A obra demandou R$ 10,3 milhões.

Via Morena: Com R$ 13,9 milhões em recursos, a obra compreende 8,8 quilômetros de avenidas, ligando o aeroporto à Avenida Júlio de Castilho e Orla Morena I. O trecho ganha ciclovia, paisagismo e novos acessos.

Centro Municipal de Belas Artes: Com investimento de R$ 28,8 milhões, o teatro terá capacidade para 435 lugares, auditório para 137 pessoas, restaurante, alojamentos. O local servirá como sede de atividades culturais, orquestra, coro, companhias de dança e escola de teatro.

Centro Cultural Multiuso – PAC Cultural: Localizado próximo a comunidade Tia Eva, o local será palco coberto e oferecerá cinema, biblioteca e salas para oficinas, a fim de promover a inclusão cultural com uma estrutura cuidada e administrada com a participação da comunidade com R$ 1,08 milhão em investimento.

Parque Linear Presidente Jânio Quadros (Córrego Segredo): Extensão de 6,5 quilômetros de avenidas, da Mascarenhas de Moraes até o bairro Estrela do Sul, num trecho que abrange 21 bairros e oferece ciclovias, área verde e de esporte. A continuação da Ernesto Geisel, que passa a avenida Mascarenhas de Moraes e dá margem ao parque, faz parte da obra. O investimento total é de R$ 35,4 milhões.

Parque Linear do Córrego Lagoa: A obra consumiu R$ 35 milhões em recursos para 17 quilômetros de avenidas, da Duque de Caxias à saída para Sidrolândia, o que representa asfalto para 15 bairros. “Em dez anos a extensão de vias asfaltadas representa 40 anos de trabalho”, chegou a declarar o prefeito Nelsinho Trad para falar da importância da obra.

Na mesma obra, o engenheiro responsável, João Victor, destacou que a extensão permite à rodovia que terá rotatória e acesso ao terminal intermodal.

Terminal Intermodal de cargas: Com custo estimado em R$ 24,3 milhões, o terminal intermodal de cargas funcionará como um porto seco na Capital. O projeto inclui infra-estrutura ferroviária interna e a instalação da Zona de Processamento de Exportação, na saída para Sidrolândia, e deve melhorar a logística do transporte de carga do município, permitindo a conexão com a hidrovia Paraná-Paraguai, em Corumbá, e com a hidrovia Tietê-Paraná, em Três Lagoas.

UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Universitário 24 horas: Unidade demanda R$ 6,2 milhões de recursos e terá mini-hospital com enfermaria adulto e infantil, emergências, consultas médicas e odontológicas, ultrassonografia, raio-x, inalação, com capacidade de 450 pessoas por dia. São 27 leitos (urgência, estabilização e enfermaria).

Nelsinho assina pacote de obras (foto: João Garrigó)Nelsinho assina pacote de obras (foto: João Garrigó)
Nelsinho Trad detalha à noite, em ato público, obras que mudam a Capital
Evento será realizado a partir das 18h30, no Golden Class Em solenidade hoje às 18h30 no Golden Class, o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, ap...
Prefeito da Capital assina amanhã ordem de serviço para construção de pontes
São 11 obras de concreto, além de manutenção de estradas vicinais em várias regiões da cidadeO prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) assina, amanhã às 1...


Recebi parentes de fora em casa semana passada. Todos acharam a cidade linda mas, condenaram os remendos no asfalto. Que vergonha.
 
Antonio Benedito de Oliveira em 24/08/2011 10:41:54
É tudo muito bonito e tal. Mas resta saber se essas obras serão preservadas, tanto pelo poder público quanto pela própria população. E essa última é que me preocupa mais, pois existem aqueles que tem o prazer de destruir o que é feito para benefício de todos.
 
Fabiano Bataglia Ribeiro em 24/08/2011 09:44:14
isso td é muito bom, agora estamos aguardando o recapeamento da av. Guaicurus URGENTE, isso sim seria aumentar seu publico...pensse bem senhor prefeito...
 
AMANDA SILVEIRA em 24/08/2011 09:03:39
parabens ao prefeito e governador por prepararem nossa cidade para o futuro, é mto bom viver aqui, falta agora mais ações para incrementar a economia local, estamos no caminho certo !!!
 
sandro franchini em 23/08/2011 08:57:11
PARABENS PELAS OBRAS ANUNCIADAS, ESPERO QUE CUMPRAM O PRAZO DE CONSTRUÇÃO E NÃO ABANDONEM PELA METADE COMO FIZERAM AQUI NO JARDIM COLUMBIA, FORAM CANALIZADAS 5 RUAS PARA PASSAR O ASFALTO E NUNCA MAIS VOLTARAM, ISSO JA FAZ 2 ANOS. OS CANOS DE CONCRETOS CARRISSIMOS ESTÃO AQUI DEBAIXO DA TERRA, É SÓ CAVAR PARA VER. OBRIGADO.
 
francisco dutra em 23/08/2011 08:19:03
Enquanto isso o asfalto esta se desmanchando,causando prejuizo e acidentes.Chega de tapa buraco !!!Recapeamento urgente !
 
Andrea Dennis em 23/08/2011 08:17:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions