ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Com mais de 10 processos, ladrão morto era especialista em invadir comércios

"Goiano" foi perseguido e atirou contra os policiais. Acabou atingido no confronto e morreu no hospital

Por Geisy Garnes | 25/10/2021 17:15
Ricardo tinha 40 anos e uma extensa ficha criminal. (Foto: Redes Sociais)
Ricardo tinha 40 anos e uma extensa ficha criminal. (Foto: Redes Sociais)

Foi identificado como Ricardo Carvalho de Araújo, conhecido como “Goiano”, o ladrão morto após perseguição no Bairro Caiçara, na madrugada desta segunda-feira (25), em Campo Grande. Aos 40 anos, o suspeito era dono de uma extensa ficha criminal e acumulava mais de 10 processos na Justiça, a maioria deles pelo mesmo crime: o furto de comércios da Capital.

Os registros começam em 2012 e o último caso é de 2020. Em cada denúncia feita pelo Ministério Público Estadual, é possível enxergar a mesma maneira de agir em todos os crimes. Ricardo Carvalho escolhia comércios da cidade, arrombava cadeados e portas e fugia com objetos de valor que conseguia.

Na lista de produtos furtados ao longo dos anos, estão televisões, modem de internet, roupas, diversos pneus, produtos de multiuso e dinheiro, tamanha a diversidade dos locais invadidos, que vão de farmácia até tabacaria.

O último furto levado a Justiça, foi justamente a invasão a loja de produtos para fumo. Em janeiro do ano passado, arrombou o cadeado e a porta, foi até o caixa e levou R$ 3,2 mil. Depois fugiu em uma Honda Fan 160 de cor vermelha. Durante as investigações, foi descoberto que Ricardo já estava foragido pelo furto de outro comércio. No crime, usou a mesma moto para escapar.

Conforme apurado pela reportagem, pelos crimes, “Goiano” cumpria pena no Estabelecimento Penal de Regime Aberto e Casa do Albergado de Campo Grande.

Local em que Ricardo foi atingido pelos tiros disparados pelos policiais. (Foto: Henrique Kawaminami)
Local em que Ricardo foi atingido pelos tiros disparados pelos policiais. (Foto: Henrique Kawaminami)

Como foi - A Polícia Militar fazia rondas na região do Bairro Residencial Oliveira, quando flagrou o suspeito tentando arrombar a porta de um comércio. Os policiais tentaram fazer a abordagem, mas o homem percebeu e entrou em um carro.

Houve perseguição por vários bairros da região, quando o suspeito atirou na viatura da PM. Os militares revidaram e atiraram no pneu para tentar parar o suspeito. Ele então parou e continuou atirando contra os policiais.

Câmeras de segurança da região registraram a perseguição. As imagens mostram o carro em alta velocidade e o momento dos tiros, por volta das 3h34. É possível ver o bandido sair do veículo, pular o muro de uma residência para se esconder e depois ir para trás de um container. Ali foi atingido pelos policiais após nova troca de tiros.

Ferido, ele foi socorrido pelos próprios militares e levado ao Hospital Regional, mas não resistiu. Com o homem a polícia localizou um revólver calibre .32, com três munições deflagradas, além de diversos produtos sem procedência, porém com várias notas fiscais de um comércio que havia sido furtado dois dias antes do ocorrido.

O carro que ele utilizava estava com registro de furto no Bairro Dom Antônio Barbosa.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário