A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/07/2016 10:15

Com nova frente fria, temperatura cai 8ºC em 9 horas em Campo Grande

Previsão é que tempo volte a ficar seco amanhã, mas frio perdura

Anahi Zurutuza
Tempo amanheceu chuvoso e frio (Foto: Marina Pacheco)Tempo amanheceu chuvoso e frio (Foto: Marina Pacheco)

Com a chegada da frente fria a Campo Grande na madrugada deste sábado (16), decretando o fim do período de estiagem que já durava 38 dias, o tempo fica mais frio e úmido a cada hora. Entre a meia-noite e às 9h de hoje, a temperatura caiu 8,9ºC e a umidade relativa do ar aumentou 27%, passando de 56% para 83%, conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Já entre às 14h desta sexta-feira (15), o horário mais quente e seco de ontem, e às 9h de hoje, o declínio na temperatura foi de 15,5ºC e o aumento na unidade de 46%.

O tempo seco deu trabalho para o Corpo de Bombeiros e também para quem socorre os que procuram os postos de saúde da Capital.

Postos de saúde lotaram de pacientes com problemas respiratórios (Foto: Alcides Neto)Postos de saúde lotaram de pacientes com problemas respiratórios (Foto: Alcides Neto)

Segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), a estimativa, sem números concretos, era de que após 37 dias de seca, houve acréscimo de 40% a 50% na quantidade de pacientes que necessitam de inalação e de 30% a 40% de pessoas que procuram as unidades com problemas respiratórios para o primeiro atendimento após o aparecimento dos sintomas.

De acordo com Lívia Mello, gerente-técnica de doenças endêmicas da SES (Secretaria de Estado de Saúde), a baixa umidade relativa do ar propicia o contágio com vírus e bactérias que provocam doenças como gripe e pneumonia, por conta do ressecamento do aparelho respiratório e também do aumento da circulação destes microorganismos. “Os sintomas podem ser desde o desconforto e sangramento nasal, por conta do ressecamento e inflamação das mucosas, até a falta de ar. Fora, as dores de garganta e tosse”.

Queimadas deram trabalho para os bombeiros (Foto: Alcides Neto)Queimadas deram trabalho para os bombeiros (Foto: Alcides Neto)

Queimadas – Por conta da estiagem, que completou o trigésimo oitavo dia ontem, das 6h às 18h desta sexta-feira (15), os bombeiros atenderam por hora mais de uma ocorrência de incêndio em terrenos baldios na Capital. As equipes tiveram de se deslocar 19 vezes para combater a chamas em áreas verdes dentro da cidade.

De acordo com o coronel Hudson Faria de Oliveira, chefe do Comando Metropolitano do Corpo de Bombeiros, a partir da próxima semana, mais três equipes, formadas por militares que trabalham nos setores administrativos da corporação, serão colocadas na rua para ajudar no trabalho. “Já começou o período de estiagem e começamos a sentir os efeitos”.

Conforme a previsão do Inmet, amanhã o tempo volta a ficar seco “com umidade relativa próxima aos 20% em grande área do Estado”, mas o frio continua. Para Campo Grande, a previsão é que termômetros oscilem entre 7ºC e 19ºC e a umidade varie entre 29% e 87%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions