A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

20/08/2015 11:33

Com reforma, Hemosul espera ampliar em 20% número de doadores em até dois anos

Flávia Lima e Leonardo Rocha
Novo prédio recebeu reparos gerais e espaços mais amplos. (Foto:Marcos Ermínio)Novo prédio recebeu reparos gerais e espaços mais amplos. (Foto:Marcos Ermínio)
Governador ressaltou que governo tem o compromisso de melhorar estrutura da saúde pública no Estado. (Foto:Marcos Ermínio)Governador ressaltou que governo tem o compromisso de melhorar estrutura da saúde pública no Estado. (Foto:Marcos Ermínio)

Com a inauguração da reforma do prédio do Hemosul, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em Campo Grande, a expectativa é ampliar o número de doadores em 20% em até dois anos. A informação é da coordenadora da Hemorrede, Marli Terezinha Micharki, que na manhã desta quinta-feira (20) participou da solenidade de inauguração ao lado do governador Reinaldo Azambuja (PSDB)

Atualmente o sistema de doadores conta com 216 mil cadastros e Marli espera que os 6 mil doadores que procuravam mensalmente o Hemosul, retornem com a inauguração. Quando foi fechado para as obras, há um ano e quatro meses, a doações passaram a ser feitas na Santa Casa. Com isso o número de doadores caiu para cinco mil mensais.

Mesmo durante a solenidade, a equipe de profissionais do Hemosul trabalhou e atendeu cerca de 40 doadores. A expectativa é que nesta quinta-feira passem pelo local, 200 pessoas.

No total foram investidos na obra, R$ 2,5 milhões, utilizados para também equipar os laboratórios e adquirir equipamentos de ponta para a coleta. O número de cadeiras para doação também subiu de seis para 16, o que deve ajudar na ampliação do serviço.

Segundo secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, a intenção é que no local fiquem concentrados toda a demanda técnica do processo de coleta, como os testes de sorologia. Tavares ressaltou ainda que o Hemosul do Estado é tido como referência para outros estados, devido ao tipo de exames realizados, como o de sorologia de Hepatite B.  

Em seu discurso, o governador lembrou as dificuldades que as prefeituras tem na área de Saúde, por isso busca a reestruturação e ampliação dos atendimentos na área. "Terminamos a obra, assim como vamos terminar todas as obras inacabadas. Ano passado teve uma inauguração no Hemosul, mas ele não estava completo", disse.

O novo prédio também conta com rede elétrica e hidráulica novas, além de gerador de energia

 



Creio que se o Hemosul ampliasse o horário de atendimento, iriam aumentar
significadamente as doações.
Pois trabalhando somente no horário comercial, torna-se inviável para um trabalhador comparecer durante o expediente.
 
Biazoto em 20/08/2015 12:17:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions