A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/02/2011 11:43

Greve completa 1 mês e prefeitura aplica pena de suspensão a 249 agentes

Aline dos Santos
Na semana passada, Trad disse a agentes que só negocia com o fim da paralisação. (Foto Arquivo: João Garrigó)Na semana passada, Trad disse a agentes que só negocia com o fim da paralisação. (Foto Arquivo: João Garrigó)

A prefeitura de Campo Grande aplicou pena de suspensão de cinco dias para 249 agentes de saúde e de controle de epidemiologia. A greve da categoria completa um mês nesta sexta-feira.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) publicou as suspensões na edição de hoje do Diário Oficial do Município. Em janeiro, a prefeitura criou duas comissões para apurar infração disciplinar dos agentes e convocou 355 para prestarem explicações. Em decisão liminar, a justiça considerou a greve ilegal e determinou pagamento de multa.

De acordo com as portarias, os agentes foram suspensos com base no Estatuto do Servidor Público Municipal. Conforme a legislação, o servidor municipal é proibido de ausentar-se do serviço durante o expediente, sem prévia autorização.

Ainda de acordo com as portarias, os grevistas infringiram deveres como: desempenhar com zelo, dedicação, assiduidade, pontualidade, urbanidade e discrição as atribuições de seu cargo ou função; observar as normas legais e regulamentares; e lealdade às instituições públicas, em especial às do município. O servidor suspenso perde vantagens e direitos decorrentes do exercício do cargo.

A prefeitura também publicou portarias aplicando penalidade de advertência a outros 30 agentes.

O Estatuto do Servidor prevê seis tipos de penalidades: advertência, suspensão, multa, destituição de cargo em comissão ou função de confiança, demissão e cassação de disponibilidade ou aposentadoria.

O prefeito Nelsinho Trad (PMDB) afirma que só vai negociar com os agentes quando a paralisação for suspensa. Os grevistas tiveram os salários bloqueados.

A prefeitura não considera o movimento como greve, devido a liminar da justiça que a classificou como ilegal. Os servidores atuam no combate à dengue e a greve coincide com o período de chuvas e calor, favoráveis à proliferação do mosquito Aedes Aegypti. Os agentes reivindicam aumento salarial de R$ 700 para R$ 2.100.



COITADOS DESSES COLEGAS QUE FIZERAM TAIS COMENTARIOS ACIMA , COMO JESUS DISSE: perdoa-os, eles não sabem o que dizem e puxam o saco de um prefeito falso moralista que desvia verbas para campanha do primo , este que eleito deputado federal com um gasto milhonário, visto que ele é um medico e que neste país essa profissão não se ganha muito, desvia dinheiro da saude e coloca a familia no poder. Isto sim é uma vergonha! Fora os trad.... Chega de coronelismo , chega de poder de pai pra filho e o estado/ capital sempre segundo plano... Faça mais prefeito pelo seu povo ande mais nas obras, levanda dessa cadeira , caminhar faz bem pra saude, tenho certeza que o senhor sabe disso pois tb é médico... cadê o hospital municipal, uma capital sem hospital municipal, com pessoas morrendo em porta de hospitais por falta de vagas e vergonha na cara dos senhores que são medicos e administram esta linda morena! um abraço!! ESSE COMENTÁRIO NÃO É UMA OFENSA, APENAS ESTOU INDIGNADO COM O FUTURO DA NOSSA POPULAÇÃO E NOSSA CAPITAL, QUERO ATRAVÉS DELE, ABRIR OS OLHOS DAQUELES QUE AQUI ADMINISTRAM PODERES E QUE ELES SAIBAM O VALOR DO PODER QUE TEM EM MAOS, E QUE ESSE PODER SEJA REALMENTE USADO PARA O BEM DE TODOS E NÃO EXCLUSIVO!
 
marcos silva em 05/02/2011 08:41:19
Vejo a importancia da maior valorização desse profissional. Mas em termos monetários estão mais que extrapolando. Estão querendo salário de profissional de nivel superior que trabalha 40 horas ou mais seguidas.
 
Julia em 05/02/2011 08:25:45
tenho certeza que todos os grevista já passaram o estado probatório, e os poucos que estão trabalhando ainda não tem 2 anos de serviço.

muito legal isso, quero ver se resolverem abrir processo e mandar todo mundo embora.

ai vai fica la chorando as pitangas...

essa greve tah prejudicando apenas os mais necessitados.
 
Marcio Brunholi em 04/02/2011 12:02:23
Se chegou a esse ponto é por falta de uma boa administração. Se eles passeiam, ou entram na hora que querem, é por falta de administração. Esse negócio que tem muita gente querendo trabalhar não justifica a má administração ou o baixo salário. Quando algum órgão do governo propõe abrir vagas em alguma função pública, ele tem que pagar dignamente, já chega algumas empresas privadas que exploram os seus empregados no máximo, o fato deles saberem o quanto ganhariam ao entrarem, não justifica eles não lutarem pela obrigação do estado em pagar dignamente, se o estado não pode pagar não abra nenhuma vaga. Não são os agentes de saúde responsáveis pela limpeza dos terrenos, se a prefeitura fosse organizada, se tivesse uma melhor gestão, os campo-grandenses não tinham sofrido tanto com a dengue nos últimos anos. É um dever da prefeitura zelar da saúde de seus cidadãos, cobrando com rigor os donos dos imoveis para que os mantenham limpos, e se eles não o fizerem a prefeitura deveria fazer por ser uma questão de saúde, risco de epidemia, e cobrar dos proprietários as despesas. O dever dos agentes de saúde é promover a saúde e orientar a população, descobrir os focos e notificar os proprietários e as autoridades, limpeza e asseio já seria uma outra função, honrada também, é um dever da prefeitura fiscalizar os trabalhos dos agentes, e pagar bem também.
 
jose antonio em 04/02/2011 09:18:39
Eles tem o direito de reinvindicar salários melhores, sim!!! por pessoas que fazem greve e lutam por seus direitos que outras, futuramente, poderão usufruir de salários dignos!!!
 
Nayara Martins em 04/02/2011 08:30:59
Ah, fala serio, né?!
Alguém já fiscalizou o serviço desses agentes de saúde?
Porque eu conheço o serviço deles e eles entram no serviço a hora que querem e a hora que querem vão embora, só passeiam, porque não são são fiscalizados, não há cartão de ponto nada disso, é uma verdadeira bagunça.
E na hora que mais se precisa deles, na hora que as chuvas aumentam e que a epidemia de dengue está de volta as noticias, cadê os agentes de saúde?
Entram em greve...
Não é lindo isso?
Não, não é. Isso é horrível.
Querem passar a ganhar de R$ 700,00 para R$ 2.000,00.
Isso mesmo R$ 2.000,00.
Isso é quase 300%.
Só pensam em dinheiro e que se dane a população. São ganansiosos, e outra, se não estão satisffeitos com o seviço, que prestem outro concurso, pois não são obrigados a trabalharem onde não estão satisfeitos.
05 dias de suspensão é pouco, deveriam ser exonerados.
 
Wanderlei Jr em 04/02/2011 05:21:39
Vejo o importante trabalho destes agentes, acho que eles merecem serrem mais valorizados, acho que o Sr prefeito deveria ter um pouco mais de sensibilidade nesta questão, afinal a dengue está aí, e como ficaremos? A imprensa está divulgando uma eminente epidemia desta doença! Fica o alerta!
 
JULIANO MACEDO em 04/02/2011 02:13:38
TANTA GENTE PRECISANDO TRABALHAR E ESSA MOÇADA FAZENDO GREVE, ISSO JA ERA ARRUMA DOIS EMPREGOS, ESSE E O TAL DO COMBINADO, QUANDO ENTRARAM NA PREFEITURA NAO SABIAM QUANTO IRIAM GANHAR, OU FOI ASSIM TRABALHA AI QUE DEPOIS TE DOU UM BOM SALARIO, MANDA ESSA TURMA EMBORA ARRUMA OUTRA, QUEM NAO TIVER CONTENTE SAI.
 
luiz fernandes em 04/02/2011 01:44:39
Bom, que eles merecem aumento, isso é certo! Mas, R$ 2.100,00, mais de dois biro biro assim derrepente! Arrego! aí não dá né colegas, vamos combater a dengue e depois conversamos sobre dim dim...
 
LUCAS ANDRADE em 04/02/2011 01:35:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions