ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 12º

Capital

Combate ao mosquito continua com plantio de muda que evita proliferação

Ações fazem parte de campanha para diminuir casos de dengue e evitar o vírus zika e febre chikungunya

Por Mayara Bueno | 28/01/2017 10:52
Ações de combate acontecem na Colônia de Férias, neste sábado. (Foto: Nano Paniago/Assessoria ACICG).
Ações de combate acontecem na Colônia de Férias, neste sábado. (Foto: Nano Paniago/Assessoria ACICG).
Plantio de muda é para ajudar no combate ao mosquito. (Foto: Nano Paniago/Assessoria ACICG).
Plantio de muda é para ajudar no combate ao mosquito. (Foto: Nano Paniago/Assessoria ACICG).

Ações de combate à proliferação do Aedes aegypiti, transmissor da dengue, vírus zika e febre chikungunya, continuam neste sábado (28), com plantio de mudas de planta considerada arma biológica contra o mosquito, além outras atividades educativas. A ação é promovida pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) com a Associação de Moradores da Chácara das Mansões e acontece na Colônia de Férias.

De acordo com a Associação Comercial, serão plantadas mudas de Crotalária Juncea, uma leguminosa que ajuda no combate à proliferação. Ela atrai a libélula, um inseto predador do mosquito da dengue e se alimenta de pequenos insetos, o que inclui o Aedes Aegypti.

A ação faz parte da Liga Antimosquito, movimento lançado em 10 de janeiro, em parceria com a rede Comper e a Prefeitura de Campo Grande. O objetivo é as mais de 6 mil empresas ligadas à Associação Comercial, para que incentivá-las a organizar ações internamente, relacionadas ao combate do mosquito. Com isso, diminuir o número de casos das três doenças.

Segundo o presidente da ACICG, João Carlos Polidoro, o setor empresarial está envolvido no combate e que é necessário o engajamento de todos. Ele ressaltou aumento de quase 100% nas notificações de dengue de 2015 para 2016.

Até agora, Campo Grande não vive surto de dengue, segundo disse, anteriormente, o secretário da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Marcelo Vilela. Diferente do ano passado quando foram registrados diversos casos de dengue, inclusive com morte, levando o município a decretar situação de emergência.

Multa - O titular da pasta de Saúde municipal destacou esta semana que, em casos de reincidência de notificações de focos do mosquitos, os proprietários dos imóveis serão multados. A medida já ocorria na gestão anterior e continuará este ano.

O evento hoje acontece na Colônia de Férias, na saída para São Paulo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário