ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Combate ao mosquito continua com plantio de muda que evita proliferação

Ações fazem parte de campanha para diminuir casos de dengue e evitar o vírus zika e febre chikungunya

Mayara Bueno | 28/01/2017 10:52
Ações de combate acontecem na Colônia de Férias, neste sábado. (Foto: Nano Paniago/Assessoria ACICG).
Ações de combate acontecem na Colônia de Férias, neste sábado. (Foto: Nano Paniago/Assessoria ACICG).
Plantio de muda é para ajudar no combate ao mosquito. (Foto: Nano Paniago/Assessoria ACICG).
Plantio de muda é para ajudar no combate ao mosquito. (Foto: Nano Paniago/Assessoria ACICG).

Ações de combate à proliferação do Aedes aegypiti, transmissor da dengue, vírus zika e febre chikungunya, continuam neste sábado (28), com plantio de mudas de planta considerada arma biológica contra o mosquito, além outras atividades educativas. A ação é promovida pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) com a Associação de Moradores da Chácara das Mansões e acontece na Colônia de Férias.

De acordo com a Associação Comercial, serão plantadas mudas de Crotalária Juncea, uma leguminosa que ajuda no combate à proliferação. Ela atrai a libélula, um inseto predador do mosquito da dengue e se alimenta de pequenos insetos, o que inclui o Aedes Aegypti.

A ação faz parte da Liga Antimosquito, movimento lançado em 10 de janeiro, em parceria com a rede Comper e a Prefeitura de Campo Grande. O objetivo é as mais de 6 mil empresas ligadas à Associação Comercial, para que incentivá-las a organizar ações internamente, relacionadas ao combate do mosquito. Com isso, diminuir o número de casos das três doenças.

Segundo o presidente da ACICG, João Carlos Polidoro, o setor empresarial está envolvido no combate e que é necessário o engajamento de todos. Ele ressaltou aumento de quase 100% nas notificações de dengue de 2015 para 2016.

Até agora, Campo Grande não vive surto de dengue, segundo disse, anteriormente, o secretário da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Marcelo Vilela. Diferente do ano passado quando foram registrados diversos casos de dengue, inclusive com morte, levando o município a decretar situação de emergência.

Multa - O titular da pasta de Saúde municipal destacou esta semana que, em casos de reincidência de notificações de focos do mosquitos, os proprietários dos imóveis serão multados. A medida já ocorria na gestão anterior e continuará este ano.

O evento hoje acontece na Colônia de Férias, na saída para São Paulo.

Nos siga no Google Notícias