A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

11/04/2018 16:07

Comboio do Exército que levará ajuda a imigrantes venezuelanos passa por MS

As onze viaturas de carga, duas de escolta e 32 militares saem do Rio de Janeiro e chegam em Campo Grande na sexta-feira

Geisy Garnes

A partir de sexta-feira (13) Mato Grosso do Sul receberá o comboio do Estabelecimento Central de Transportes do Exército Brasileiro, que viaja até Roraima para ajudar na situação dos imigrantes venezuelanos. As mais de 11 viaturas saem do Rio de Janeiro e passam por Campo Grande, Três Lagoas e Rondonópolis.

De acordo com o exército, o comboio - composto por onze viaturas de carga, duas de escolta e por 32 militares - deixará o Rio de Janeiro com destino a Pacaraima (RR). São cerca de 5.291 quilômetros até a fronteira do estado brasileiro com a Venezuela, onde massa migratória soma, em média, 700 pessoas diariamente.

Campo Grande, Três Lagoas e Rondonópolis, serão ponto de apoio aos militares do comboio. “A estada dos militares na cidade, assim como em outras durante o itinerário, faz parte da rotina de apoio em alojamento, alimentação e abastecimento das viaturas”, divulgou o exército.

A previsão de chegada a Campo Grande é no dia 13 de abril, sexta-feira. No dia seguinte, o comboio deixa a Capital com destino a Rondonópolis e de lá para Roraima, onde os militares vão auxiliar os trabalhos de “controle de imigração do povo venezuelano”.

Desde a semana passada um processo de interiorização das famílias foi adotado no estado, que só na capital, Boa Vista, teria recebido cerca de 40 mil venezuelanos, causando um problema social. Cuiabá e São Paulo já receberam 116 imigrantes em abrigos.

Ao menos mil pessoas devem ser redistribuídas pelo país e a possibilidade de Mato Grosso do Sul receber os venezuelanos é discutida desde fevereiro, mas ainda não foi confirmada pelas autoridades.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions