A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/03/2011 19:15

Comércio que teve dono assassinado é assaltado novamente na Capital

Jorge Almoas

Dois ladrões armados roubaram na tarde de hoje um supermercado localizado na Avenida das Bandeiras, na Vila Nhá-Nhá. O comércio já foi alvo de diversos crimes e em maio do ano passado, o proprietário foi assassinado com dois tiros durante um assalto.

No início da tarde, dois homens entraram no Supermercado Maninho e anunciaram o assalto. Katya Cristina da Cruz, de 30 anos, estava sozinha no caixa quando os ladrões entraram.

Um dos assaltantes era pardo, baixo, magro, com idade entre 25 e 30 anos, e estava trajando camiseta pólo, bermudão e estava de capacete preto com viseira clara.

O outro era alto, forte, idade entre 30 e 40 anos, e trajava calça jeans e uma camiseta com propaganda de uma operadora de telefonia.

Eles levaram R$ 200,00, carne do açougue, bebida e cigarro. O caso foi registrado na Depac Piratininga. A PM realizou rondas na região, mas não localizou os ladrões.

O caso – Em 7 de maio de 2010, o comerciante Valdemir João da Cruz, de 59 anos foi morto com dois tiros após tentativa de assalto no Supermercado Maninho.

Duas pessoas chegaram a ser presas na época, mas não foi confirmada a autoria do assassinato.

De acordo com Katya, que é filha de Valdemir, o comércio já foi alvo de diversos assalto. Mas a impunidade dos crimes levou a família a desistir de registrar os roubos.

“Meu pai até tentou informar, mas como nunca prendem ninguém, parou”, desabafou Katya.

Nos registros policiais até a morte de Valdemir, o Supermercado Maninho foi assaltado quatro vezes.

Morte de comerciante em assalto faz 1 mês, sem culpados
Para uma família de Campo Grande, a data de hoje pode ser resumida em uma palavra: impunidade. Desde o dia 7 de maio, os familiares do comerciante Va...
Falha em BO atrasa inquérito sobre morte de comerciante
Um equívoco no registro do boletim de ocorrência feito sobre o latrocínio que vitimou o comerciante Valdemir João da Cruz, de 59 anos, na noite do di...
Após ouvir testemunha, caso de comerciante vai para Derf
As testemunhas no caso do assalto ao supermercado Maninho, que resultou na morte do proprietário Valdemir João da Cruz, de 59 anos, na última sexta-f...
Funcionários serão ouvidos sobre morte de comerciante
A Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) ouve na tarde de hoje os dois funcionários do Supermercado Maninho, onde Valdemir J...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions