A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

15/11/2011 09:33

Complexo Imbirussu-Serradinho consumiu R$ 120 milhões em sete anos

Da Redação*

Mais da metade dos recursos investidos saíram dos cofres municipais.

Vista aérea da região sob influência das obras no Imbirussu. (Fotos: Denilson Secreta/PMCG)Vista aérea da região sob influência das obras no Imbirussu. (Fotos: Denilson Secreta/PMCG)

As obras do complexo Imbirussu-Serradinho levaram sete anos para serem concluídas e significaram investimentos de mais de R$ 120 milhões nas várias etapas, segundo o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, lem brando que mais da metade dos recursos aplicados saiu dos cofres municipais.

“Foram sete anos de trabalho. Mais da metade do orçamento da obra, aproximadamente 64%, são recursos próprios.”. Nelsinho destaca que as obras contemplam o setor ambiental (horto florestal, viveiro, centro de educação ambiental), viário (drenagem e pavimentação de vias), social (remoção de 850 famílias que moravam em área de risco, em fundo de vale, sujeitas às enchentes constantes), saneamento básico, até o esporte e lazer, com ciclovia e pista de caminhada.

As obras – A entrega do Parque Linear Imbirussu marca, segundo Trad, a conclusão de grandes e profundas intervenções sociais, urbanísticas e ambientais em uma das áreas mais populosas da Capital.

Foram quase sete anos de trabalhos, desde a construção de casas para retirada de famílias de áreas insalubres, instalação de equipamentos públicos como escolas e unidades de saúde, obras de infraestrutura como asfalto e saneamento básico e recuperação de áreas degradadas.

O Projeto Imbirussu compreende um conjunto de obras e ações destinadas à recuperação e revitalização da infraestrutura urbana e ambiental, por meio da construção de unidades habitacionais, de equipamentos comunitários, da implantação de parque linear, da melhoria do sistema viário, da recuperação do ecossistema e da implantação de áreas de lazer para a população. O projeto foi concebido como um programa de ações integradas visando enfrentar os principais obstáculos ao pleno desenvolvimento das funções urbanas no Município, que afetam a um só tempo a economia local e a qualidade de vida dos moradores.

O desenvolvimento de um programa tão abrangente com a execução de projetos em diferentes áreas demandou várias fontes de financiamento: a Prefeitura de Campo Grande; o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a concessionária dos serviços de água e esgoto, Águas Guariroba. O município também conseguiu recursos de R$ 2,5 milhões do Programa Nacional de Iluminação Pública Eficiente (Reluz).

..

Resumo de obras e ações executadas dentro do projeto - As obras executadas envolveram a reestruturação do sistema viário, com a implantação de vias urbanas pavimentadas, pontes, calçadas e ciclovia e a implementação de redes de distribuição de água, coletora de esgotos sanitários, drenagem, energia elétrica e iluminação pública, proporcionando integração urbanística e mobilidade urbana para as áreas adjacentes, interligando as avenidas Duque de Caxias e Euler de Azevedo, com a execução de pistas pavimentadas nas duas margens do Córrego Imbirussu. Também foram construídos equipamentos sociais de educação, saúde e assistência social para atender a população da região.

Infraestrutura urbana:

20 km de rede de drenagem,

14,4 km de pavimentação asfáltica,

8 pontes de concreto armado,

7,8 km de ciclovia,

Horto Municipal com área de 22 hectares,

7,8 km de Parque Linear,

Sistema de esgotamento sanitário,

14,4 km de rede de iluminação pública.

Unidades habitacionais

Construção de 850 casas com área de 32,00 m² com o objetivo de promover o reassentamento das famílias que habitavam áreas de risco ao longo do Projeto.

Escola municipal - Construção da Escola Municipal Carlos Vilhalva Cristaldo, no Jardim Aeroporto, com 18 salas de aula destinadas ao ensino infantil e fundamental, resultando na ampliação de 130% no número de matrículas realizadas, passando de 613 alunos em 2008 para 1.409 em 2010.

Unidade Básica de Saúde da Família - A Unidade Básica da Saúde da Família - UBSF Dr. Herbeto Calado Rebelo foi inaugurada em dezembro de 2008, oferecendo uma melhor estrutura de atendimento para os moradores da região e bairros vizinhos. Com a construção houve ampliação de 450% no número de pessoas atendidas, passando de 2.000 pessoas em 2008 para 11.000 em 2010.

Centro de Educação Infantil - O Centro de Educação Infantil Felipe Safadi Alves Nogueira foi entregue em 2007, oferecendo apoio complementar à educação infantil, com atividades de creche e pré-escola, havendo um incremento de 137% de crianças atendidas.

Centro Comunitário - Destinado à convivência e capacitação profissional dos moradores da região, foi inaugurado em setembro de 2005 e localiza-se à rua Heitor Vieira de Almeida no bairro Jardim Aeroporto.

Pavimentação da linha de ônibus do Jardim Aeroporto - Obras de drenagem, terraplenagem e pavimentação de linha de ônibus, no Jardim Aeroporto, com extensão de 2,2 km, visando à melhoria do transporte coletivo na região, facilitando o acesso com a via principal.

Recuperação de áreas degradadas - O Projeto contemplou ações destinadas à recuperação do ecossistema e manutenção do equilíbrio ecológico da microbacia do Córrego Imbirussu, com a implantação de um parque linear e eliminação de lançamentos de efluentes nos córregos Imbirussu e Serradinho, além da revitalização e ampliação do Horto Municipal.

Revitalização e ampliação do Horto Municipal - O Horto Municipal foi revitalizado e ampliado, passando a ocupar uma área de aproximadamente 22 hectares, proporcionando uma integração com o Parque Linear.

Ações desenvolvidas: tratamento paisagístico, reforma do prédio existente para administração do Horto, implantação de trilhas internas e construção de viveiro para produção de mudas.

Implantação do Parque Linear - Recuperação, em aproximadamente 45 ha, dos cursos d’água e fundos de vale, de maneira a atender as funções de preservar a faixa de drenagem dos córregos e evitar novas ocupações nas áreas, além de oferecer à população local uma alternativa de lazer.

Ações sociais - A partir de novembro de 2008, a Prefeitura de Campo Grande passou a desenvolver um trabalho técnico social na região do Imbirussu, através do Projeto de Saneamento Integrado Vila Popular, com ampla participação da comunidade, através de plantões sociais em Unidades Básicas de Saúde da Família, visitas domiciliares e articulações com lideranças locais.

Os temas abordados nas campanhas educativas trataram sobre os eixos: Educação Sanitária e Ambiental, Coleta Seletiva e Educação para o Trânsito – EPT, sensibilizando a comunidade sobre a importância da relação do saneamento com a saúde e qualidade de vida. Tais iniciativas promoveram novos comportamentos da população em relação ao meio ambiente, contribuindo com a melhoria da qualidade de vida da comunidade.

(*) Com informações da Prefeitura.

..
..



Sou morador desta maravilhosa Cidade desde 1985, já me considero um Sul Matogrossense e quero parabenlizar o poder público que transformou esta Capital, as melhorias são visiveis em todos os lugares.
Sem sombra de dúvidas esta é uma Cidade para sentir orgulho, na gestão do Sr. André e do Sr Nelson Trad é que acontenceram todo este processo de mudanças.
 
jose luiz de brito em 15/11/2011 12:22:03
Campo Grande a cada dia se torna uma cidade melhor para se viver. Parabéns a admnistração municipal, estadual e federal que entrega mais uma obra de grande alcance social a nossa população.

Campo Grande caminha para ser uma das maiores metropóles da região centro oeste e do Brasil.
 
Ronilço Oliveira em 15/11/2011 11:23:40
muito decepcionados, por mais uma vez, ficarmos fora desse empreendimento.O ano q vem vão lembrar de nós, qdo mandarem o IPTU alto, por estarmos no meio da obra do prefeito, seremos "beneficiados" pelo imposto mais caro,por causa das benfeitorias ao redor,enqto q aqui a rua está se acabando a cada chuva, devido as chuvas e enxurradas q descem da Júlio de Castilhos, ano q vem é ano político!!!!
 
ilsa rita santa cruz em 15/11/2011 10:49:20
td maravilhosamente lindo, mas o pedacinho q falta q engloba minha rua e outras poucas do meu bairro, nada, nós q moramos aqui pertinho de onde foi inaugurado esta obra gigantesca, ficamos felizes achando q até q enfim o asfalto ia chegar até aqui, já q ia ficar feio, td asfaltado em volta e aqui não, mas nossa alegria durou pouco qdo ouvimos dizer q ja ia inaugurar o complexo, continua...
 
ilsa rita santa cruz em 15/11/2011 10:44:28
aquele (menino) estudante de medicina, usando bermuda substituindo o pai na sua ausência, nos compromissos politicos pelos bairros da capital, quem diria que um dia ia ser esse PREFEITO MODELO DE PERFEIÇÃO. Campo Grande agradece pelo seus serviços prestados.
 
Rubens Alvarenga em 15/11/2011 10:29:35
Gostaria de parabenizar a Prefeitura de Campo Grande pela conclusão dessa e de outras várias obras. A cidade está se preparando para o futuro, e enchendo de orgulhos nós campograndenses !
 
Guilherme Fonseca em 15/11/2011 10:06:54
Parabéns,Parabéns e Parabéns,que saibamos cuidar para aproveitar esta obra que faz nossa cidade cada vez melhor.Obrigado!
 
antonio luis em 15/11/2011 06:57:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions