A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/06/2016 09:39

Comprometidos também entram na fila para ter benção de Santo Antônio

Renata Volpe Haddad
Padre Odair Costa abençoa o bolo antes de ser servido. (Foto: Fernando Antunes)Padre Odair Costa abençoa o bolo antes de ser servido. (Foto: Fernando Antunes)

Fiéis acordaram cedo para tentar garantir uma aliança abençoada de Santo Antônio nesta segunda-feira (13). Até mesmo quem é casado ou tem namorado enfrentou a fila e o frio para comprar um pedaço do tradicional bolo.

Este é o caso do psicólogo Cledison Miguel da Cruz, 31. Ele que já tem namorada, conta que no ano passado passou de carro em frente a igreja Santo Antônio e resolveu parar para comprar um pedaço de bolo."Eu conhecia a tradição mas no dia não tinha saído de casa com a intenção de encontrar uma aliança no meio do bolo, estava com fome, resolvi parar aqui na igreja, mas tive sorte e encontrei a aliança", afirma.

No mesmo dia ele pediu a namorada em noivado e este ano, quer garantir outra aliança para se casar com os anéis. "Namoramos há quase quatro anos e estamos com planos de casar este ano ainda, mas quero fazer surpresa no dia, vai ser surpreendente", alega. O psicólogo levou o pedaço de bolo para casa, para comer com a namorada.

A padeira Antônia Umar, 48, tem quatro filhos e uma união estável há 19 anos, mas tem o sonho de casar no cartório. "Eu quero casar com o meu marido de papel passado, mesmo estando muito tempo juntos, eu quero oficializar nossa união. Venho pelo segundo ano consecutivo e com a intenção de encontrar uma aliança".

Cledison achou uma aliança em 2015 e pediu a namorada em noivado. Este ano, ele quer achar outra aliança para poder casar com os anéis. (Foto: Fernando Antunes)Cledison achou uma aliança em 2015 e pediu a namorada em noivado. Este ano, ele quer achar outra aliança para poder casar com os anéis. (Foto: Fernando Antunes)
Antônia vive em união estável há 19 anos, mas quer achar um anel para oficializar a união com uma aliança abençoada. (Foto: Fernando Antunes)Antônia vive em união estável há 19 anos, mas quer achar um anel para oficializar a união com uma aliança abençoada. (Foto: Fernando Antunes)

Segundo Antônia, o marido não é contra, mas dá risada da atitude da mulher. "Ele riu quando eu levantei cedo para vir até aqui, mas quando é abençoado as coisas não têm como dar errado".

Conforme o pároco da igreja, Odair Costa, as pessoas buscam a simplicidade e a encontram em Santo Antônio. "O padroeiro é solidário com aqueles que precisam. Antônio é conhecido como casamenteiro porque no tempo dele existia o dote das mulheres e as mais pobres que não tinham, pediam ajuda a ele que angariava fundos para dar o dote à mulher que tinha o sonho de casar. Ele era uma pessoa fraterna e que aprendamos a ser solidários como Antônio".

O bolo de 21 metros demorou uma semana para ficar pronto. Foram cinco pessoas para produzir o bolo e mais 12 para montar. De acordo com o confeiteiro Nabor Marques, as 502 alianças foram bem distribuídas. "Intercalamos as alianças e quem tiver sorte vai achar uma", afirma.

Às 17h será realizada a Procissão de Santo Antônio e em seguida, a missa. O bolo será servido até acabar e a ficha custa R$ 3.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions