A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/03/2016 15:44

Concentração de protesto na Capital tem trio elétrico e escola de samba

Caroline Maldonado e Antônio Marques
Radialista Cachopa anima os manifestantes e pede que não ocorram brigas ou provocações (Foto: Marcos Ermínio)Radialista Cachopa anima os manifestantes e pede que não ocorram brigas ou provocações (Foto: Marcos Ermínio)
Escola de Samba Igrejinha participa da manifestação (Foto: Marcos Ermínio)Escola de Samba Igrejinha participa da manifestação (Foto: Marcos Ermínio)

A Avenida Afonso Pena está interditada nos dois sentidos, entre as ruas Rua Rui Barbosa e 25 de Dezembro. Grupos de manifestantes contra a corrupção e a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) se concentram entre a Praça do Rádio e o Obelisco.

Aos condutores é possível apenas atravessar a avenida, pois os cruzamentos estão liberados, até o momento. O Trio Elétrico Trovão Azul está no sentido Centro/Shopping, próximo a Rua José Antônio.

O carro tem faixas com frases “Fora Dilma, Fora Lula e PT” e de apoio ao juiz Sérgio Moro, que expediu mandado de condução coercitiva para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 4 deste mês, na 24ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Aletheia. 

A polícia ainda não divulgou estimativa de quantidade de manifestantes e o protesto tem crianças, jovens, adultos e idosos, com bandeiras e camisetas amarelas, chegando a todo momento. Nas janelas, moradores se manifestam usando a bandeira do Brasil. No caminhão do trio, o radialista Cachopa anima os manifestantes, pedindo que não ocorram brigas ou provocações.

Até as 19h, o organizadores esperam reunir 100 mil pessoas. Ao lado do trio, integrantes da Escola de Samba Igrejinha também participam da manifestação. Na Praça do Rádio, outro caminhão concentra grupo de pessoas, com o slogan “Chega de Impostos”. O movimento tem representantes dos movimentos Pátria Livre, Reaja Brasil, Democráticos Pró-impeachment e do Instituto Conservador, que apoia o projeto de lei Escola Sem Partido, contra a doutrinação em sala de aula.

Organizadores esperam reunir 100 mil pessoas (Foto: Marcos Ermínio).Organizadores esperam reunir 100 mil pessoas (Foto: Marcos Ermínio).
Nas janelas, moradores se manifestam usando a bandeira do Brasil (Foto: Marcos Ermínio)Nas janelas, moradores se manifestam usando a bandeira do Brasil (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions