ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Condutor fura a preferencial e carro destrói tapume de obra na antiga rodoviária

Colisão aconteceu no cruzamento das ruas Joaquim Nabuco e Barão do Rio Branco, nesta quinta-feira

Por Idaicy Solano e Natalia Olliver | 29/02/2024 11:22
Veículo atravessou tapume de obra na antiga rodoviária de Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)
Veículo atravessou tapume de obra na antiga rodoviária de Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)

Colisão entre dois veículos no cruzamento das ruas Joaquim Nabuco e Barão do Rio Branco, na região do Bairro Amambai, acabou com um Gol atravessado no tapume da obra de revitalização da antiga rodoviária de Campo Grande.  O acidente aconteceu no fim da manhã desta quinta-feira (29).

O condutor do Civic, Francisco Carvalho, 29,  seguia pela preferencial, a rua Joaquim Nabuco, quando foi atingido pelo Gol, conduzidor por Claudeir Mancine, 49 anos.

À reportagem, Claudeir disse que ia pela rua Barão do Rio Branco e obedeceu a sinalização de Pare. Em seguida, segundo ele, observou que o trânsito estava livre e seguiu, mas acabou atingindo o outro carro. Desgovernado, o Gol acabou atingido o tapume da obra.

Alexandre Tarue, 30, funcionário de um brechó localizado na Barão do Rio Branco, testemunhou a colisão e disse que o motorista do Gol descia a rua e furou a preferencial. "O povo costuma furar muito o pare aqui", diz.

Francisco sofreu ferimentos braço e teve escoriações leves. Já Claudeir reclamava de dores na coluna e costela, sendo encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Leblon, pelo Corpo de Bombeiros.

Honda Civic ficou com a frente destruída e teve o air-bag acionado após colisão (Foto: Marcos Maluf)
Honda Civic ficou com a frente destruída e teve o air-bag acionado após colisão (Foto: Marcos Maluf)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias