ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  29    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Corpo de menino é localizado após 20 horas de buscas no Lixão

Por Aline dos Santos e Viviane Oliveira | 29/12/2011 14:14

A angústia da família do menino Maikon Correia de Andrade, de 9 anos, terminou de forma trágica

O corpo do garoto foi encontrado no fim da manhã de hoje em meio a montanha de lixo. (Foto: João Garrigó)
O corpo do garoto foi encontrado no fim da manhã de hoje em meio a montanha de lixo. (Foto: João Garrigó)

A angústia da família do menino Maikon Correia de Andrade, de 9 anos, terminou de forma trágica no Lixão de Campo Grande. O corpo do garoto foi encontrado no fim da manhã de hoje em meio à montanha de lixo.

A procura pelo menino durou 20 horas. O triste desfecho emocionou o catador José Vilmar de Lima, de 49 anos. Ontem, ele conseguiu salvar um outro garoto do soterramento e, hoje, apontou o local exato da localização do corpo. “Fiquei aqui até ontem de noite e voltei às 6h30 da manhã”, conta, tremendo e chorando de emoção. Ele é pai de cinco meninas.

Mãe de Maikon, Lucilene Correa, de 31 anos, desmaiou ao constatar a morte do filho. O pai Reginaldo Pereira de Andrade, de 33 anos, chorou num canto, abraçado a outro filho. “Meu sentimento é de angústia”.

Desde ontem, José indicou o local do soterramento, mas somente hoje os bombeiros conseguiram remover os entulhos e ter segurança para alcançar o ponto exato.

A pedido do coordenador da Defesa Civil, Sebastião Rayol, o catador jogou uma pedra indicando o local e, dez minutos depois, a retroescavadeira retirou os detritos de cima do corpo. Agora, é aguardada a chegada da perícia.

A operação de busca – em meio a toneladas e toneladas de lixo, chorume e degradação – contou com 15 bombeiros, três escavadeiras e oito operadores de máquinas.

Nos siga no Google Notícias