ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 35º

Capital

Córrego transborda, enxurrada arrasta veículo e alaga residências

Por Edivaldo Bitencourt, Zana Zaidan, Lidiane Kober e Mariana Lopes | 18/12/2013 17:27
Veículos tiveram dificuldades para trafegar em ruas  que foram encobertas pelo Córrego Serradinho (Foto: Marcos Ermínio)
Veículos tiveram dificuldades para trafegar em ruas que foram encobertas pelo Córrego Serradinho (Foto: Marcos Ermínio)

A forte chuva, que caiu no meio da tarde de hoje (18) em Campo Grande, causou transtornos para moradores de vários bairros. O Córrego Serradinho transbordou e encobriu várias ruas no Bairro Silvia Regina, na saída para Aquidauana.
Houve alagamentos de residências no Jardim Paradiso, na saída para Rochedo. Um carro foi arrastado pela enxurrada e caiu em um buraco na Rua Frutuoso Barbosa, perto da Rua do Seminário, no Bairro São Francisco, segundo o Corpo de Bombeiros.

A enxurrada forte prejudicou o tráfego de veículos na Avenida Duque de Caxias. Comerciantes reclamaram que a enxurrada invadiu vários estabelecimentos.

A situação mais grave ocorreu no Córrego Serradinho, que transbordou após uma chuva de 40 minutos. Segundo o empresário Jefferson dos Anjos Costa, 37 anos, o córrego começou a transbordar logo as primeiras gotas começaram a cair. Quatro bueiros entupiram e agravaram a situação.

Lojas ficaram isoladas com o alagamento no Bairro Silvia Regina (Foto: Marcos Ermínio)
Lojas ficaram isoladas com o alagamento no Bairro Silvia Regina (Foto: Marcos Ermínio)

A Avenida Capibaribe e as ruas das Pérolas e Macaé, no Silvia Regina, foram encobertas pelas águas e se transformaram em um grande rio. O mau cheiro, em decorrência do transbordamento dos bueiros, é muito forte. Enquanto alguns veículos se arriscam em atravessar as vias, outros retornam na contramão e complicam o tráfego de veículos no cruzamento.

No Bairro Santo Antônio, várias ruas foram alagadas e a água invadiu as residências. No cruzamento da Rua Antonio João Ferreira com Leônidas de Matos, três ônibus articulados do transporte coletivo chegaram a ficar parados por causa da água. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para retirar a água da Rua Taquari, no mesmo bairro.

Na Rua 13 de Maio, no Centro, o vendaval, que atingiu velocidade de aproximadamente 30 quilômetros por hora, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), causou o destelhamento de um condomínio.

Também houve enxurrada forte e dificuldade para o trânsito dos veículos no Centro da Capital. A Defesa Civil informou que houve alagamento nos cruzamentos da Avenida Fernando Corrêa da Costa com as ruas Pedro Celestino e Rui Barbosa.

A Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul) teve um curto circuito nas regiões dos bairros Santo Amaro e Panamá, na saída para Aquidauana. Os bairros ficaram sem luz, mas a empresa garante que o abastecimento já foi normalizado.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Nos siga no Google Notícias
    Regras de comentário