A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

17/10/2017 23:55

CPI da JBS em MS afirma 'perplexidade' sobre paralisação da empresa

Nyelder Rodrigues

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) das Irregularidades Fiscais e Tributárias, mantida pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, afirmou em nota nesta terça-feira (18) ter recebido com perplexidade a informação sobre a decisão da JBS de paralisar suas atividades
de compra e abate de animais no Estado.

Depois de ter mais R$ 730 milhões bloqueados pela Justiça, a partir de ação da CPI, a empresa tomou a decisão de quarta-feira (18) em diante paralisar as atividades das sete unidades que mantém em Mato Grosso do Sul, afirmando haver "insegurança jurídica" para seguir atuando no Estado.

Conforme a nota, os membros da CPI consideram a paralisação "instrumento de pressão que em nada contribui para a solução das pendências que a empresa tem com o Estado de Mato Grosso do Sul", destaca.

"Ao invés de agir para colocar medo em produtores e em seus funcionários, a JBS deveria se dispor a dialogar com a CPI e a apresentar caminho para a solução consensual da questão, indicando forma de pagamento dos valores que deve ao Estado e garantias reais para assegurar o cumprimento dessas obrigações", frisa o texto.

Além disso, os parlamentares que integram a CPI se colocaram a disposição, perante a Justiça, para se reunir com a JBS e com representantes do Estado, Ministério Público e representantes dos produtores e trabalhadores para buscar uma solução para a questão, com ressarcimento aos cofres públicos e prosseguimento da produção.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions