A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

30/12/2016 20:53

Cratera aberta em avenida escura vira armadilha e danifica 30 carros

Via é um dos principais acessos a bairros da região leste de Campo Grande, além de "porta de chegada" para quem vem pela BR-262

Nyelder Rodrigues
Cratera na avenida João Arinos se tornou uma verdadeira armadilha para carros que passam na entrada do bairro Flamboyant (Foto: Direto das Ruas)Cratera na avenida João Arinos se tornou uma verdadeira armadilha para carros que passam na entrada do bairro Flamboyant (Foto: Direto das Ruas)

Que os buracos tomaram conta das ruas de Campo Grande já não é nenhuma novidade, mas cada vez mais eles causam transtornos à população, como nesta noite de sexta-feira (30), quando 30 carros sofreram danos ao caíram em crateras na avenida Ministro João Arinos, uma das principais da região leste de Campo Grande, na saída para Três Lagoas.

Vários pneus foram perdidos e rodas danificadas, e o número pode ainda aumentar, já que nos trechos onde há os buracos também há escuridão e nenhuma sinalização que auxilie os motoristas a desviarem dos buracos. Recentemente, também à noite, foi formada uma fila de veículos com pneus furados na mesma região.

Uma das pessoas prejudicadas pela falta de zelo da prefeitura foi Jânio Silva de Araújo, viajante que voltava de Olímpia, interior de São Paulo, após passar férias em Ubatuba, no mesmo estado. O destino final dele é Corumbá, onde mora. O cratera que ele caiu com um Chevrolet Corsa Classic fica na entrada do bairro Flamboyant e já danificou 26 carros.

"Vim de São Paulo, tudo tranquilo até aqui, quase 5 mil km sem acontecer nada. Só foi entrarmos em Campo Grande já estourei um pneu. Pagamos caro nos pedágios paulistas, mas as pistas são impecáveis", comenta Jânio, frisando ainda que enquanto trocava o pneu para prosseguir viagem, viu outros quatro carros caírem na mesma cratera.

"Um carro que vinha na minha frente estourou dois pneus. O rapaz que dirigia teve que chamar um guincho e ainda pagar o táxi para a família que estava com ele", conta Jânio, comentando também sobre o prejuízo dos motoristas. "O funcionário do guincho disse que só nesta noite já era o 23º carro levado por causa de buraco", revela.

Além de carros parados para trocar pneus após caírem na cratera, é possível ver ao fundo outro veículo já no guincho (Foto: Direto das Ruas)Além de carros parados para trocar pneus após caírem na cratera, é possível ver ao fundo outro veículo já no guincho (Foto: Direto das Ruas)
Pneu murcho e aro amassado: cena já ficou típica no trânsito de Campo Grande e se repetiu 30 vezes esta noite na João Arinos (Foto: Direto das Ruas)Pneu murcho e aro amassado: cena já ficou típica no trânsito de Campo Grande e se repetiu 30 vezes esta noite na João Arinos (Foto: Direto das Ruas)

No mesmo local, na entrada do Flamboyant, a vítima da buraqueira da cidade foi Marcos Eduardo Barbosa da Silva, condutor de um Chevrolet Celta. Ele diz que é a primeira vez tem prejuízos ao cair em um buraco com o carro.

"Estava passando com o carro ali e vi galhos para sinalizar, pensei que poderia ser outra coisa, mas não deu tempo nem de desviar e bati no buraco. Furei o pneu e amassei a roda. Não sei se tem como arrumar", comenta.

Já em outro trecho da avenida João Arinos, no cruzamento com a rua Afonso Lino Barbosa, mais quatro carros sofreram danos nos pneus ao caírem em buracos. Ali, uma das vítimas da "armadilha" foi Arlindo Pereira.

"Queria ser borracheiro aqui por perto hoje. Quatro carros já caíram aqui e cinco pneus foram para o beleléu. O pneu do meu já não presta mais. É prejuízo, já que a roda do meu carro é aro 17", comenta o motorista prejudicado.

Ele diz também que, logo após passar pelo local com seu veículo, uma Mitsubishi Airtrek, outros carros passaram pela cratera e também estouraram o pneu. "Pelo menos a roda do meu carro não estragou", diz Pereira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions