A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

25/04/2019 12:10

Criança de 5 anos é diagnosticada com HPV e polícia investiga avô por estupro

O caso aconteceu no fim do ano passado, mas foi divulgado pela polícia apenas nesta quinta-feira (25)

Viviane Oliveira e Mirian Machado

A Polícia Civil investiga se uma criança de 5 anos diagnosticada com HPV (um tipo de doença sexualmente transmissível) foi violentada pelo marido da avó paterna, em Campo Grande. A polícia não informou a idade do suspeito, apenas disse que ele tem mais de 60 anos. 

Conforme a delegada Anne Karine Trevisan, da Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente), os pais da menina costumavam a deixar com a avó para irem trabalhar. Até que um certo dia, a mãe notou que o órgão genital da filha estava muito vermelho e resolveu a levar no ginecologista. 

Após exames, o médico constatou que a menina estava com HPV e chegou a fazer procedimento para tratar verrugas genitais. O caso aconteceu no fim do ano passado, mas foi divulgado apenas nesta quinta-feira (25). A polícia intimou a mãe e o suspeito para fazer o exame.

O HPV é transmitido sobretudo pelo contato direto com a pele de pessoas infectadas pelo vírus. Por isso, a principal via de transmissão é por meio de relações sexuais. Mães portadoras de HPV também podem transmitir o vírus ao bebê no momento do parto. 

"Se ele tiver, pode ser que tenha passado para a criança", disse a delegada. O suspeito nega o crime. O caso é investigado pela polícia. Por envolver criança, os nomes dos envolvidos são preservados por imposição do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions