A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/02/2012 09:56

Defensoria vai acompanhar caso de mototaxista que acusa policial por agressão

Aline dos Santos

Crime foi denunciado em reportagem do Campo Grande News

Mootaxista foi espancado no último sábado em Campo Grande. (Foto: Marlon Ganassin)Mootaxista foi espancado no último sábado em Campo Grande. (Foto: Marlon Ganassin)

A Defensoria Pública vai acompanhar o caso do mototaxista Arimar Neco Rodrigues, de 38 anos, que denunciou ao Campo Grande News que foi espancado por dois homens, sendo um deles policial civil.

O defensor público Paulo Henrique Paixão explica que vai realizar as ações necessárias para que o caso seja investigado e para garantir a integridade da vítima. “Na próxima semana o assistido terá que comparecer à delegacia para prestar depoimento e eu vou acompanhá-lo pessoalmente”, afirmou.

No último dia 4, Arimar estava em um bar no bairro Buriti, em Campo Grande. A vítima relatou que estava no estabelecimento tomando refrigerante quando os dois homens chegaram armados com pistolas e começaram a agredi-lo.

Depois das agressões, os homens fugiram do local e a vítima foi socorrida pelo Samu e encaminhada para a Santa Casa, onde ficou em observação até a madrugada de domingo (5). O caso é investigado pela 6ª Delegacia de Polícia Civil.

Rodrigues acredita que foi agredido depois de ter denunciado um dos homens suspeitos, o policial Vagnaldo Alvarenga do Amaral, 35 anos. Segundo a vítima, Amaral ajudou a invadir uma casa de sua propriedade a mando da namorada, que é ex-cunhada da vítima. Atualmente, a disputa pelo imóvel está na Justiça. O policial negou a agressão.



Infelizmente não podemos esperar muita coisa da corregedoria da policia civil, constantemente policiais desta corporação estão envolvidos em abusos e nunca dá em nada!!
 
andre almeida em 12/02/2012 12:37:35
Pela defensoria Publica talvez o carro seja esclarecido, da transparencia e seja punido se relmente sejam culpados esses Policiais Civis porque pela corregedoria da civil nao da nada. E aproveitando CGNEWS o que sera que aconteceu com aquela ocorrencia de tres Policias dessa mesma instituiiçao que foram fazer cobrança em um blazer branca la nos Dogueiro que acabou com disparo e um ferido.
 
carlos sanches em 11/02/2012 02:45:04
História mal contatda; com certeza vão sacrificar o Polícial.
 
Arthur Kosloski em 11/02/2012 02:24:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions