A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/01/2011 14:32

Defesa Civil busca voluntários para atender vítimas de alagamento

Danúbia Burema

Equipe conta com apenas 4 pessoas para percorrer cidade inteira

Famílias tiveram casas destruídas na rua Japão. (Simão Nogueira)Famílias tiveram casas destruídas na rua Japão. (Simão Nogueira)

A Defesa Civil Municipal pede ajuda de voluntários para atender às famílias que tiveram casas alagadas durante a chuva que caiu ontem (7) sobre Campo Grande.

“São 35 ocorrências e eu não tenho gente para atender”, diz o coordenador Sebastião Octávio Rayol, que pede ajuda às 1758 pessoas que estão cadastradas como voluntárias.

Os interessados em dar suporte às famílias afetadas pela chuva devem procurar a sede da Defesa, na Antiga Estação Ferroviária da avenida Mato Grosso.

Rayol detalha que os funcionários passaram a manhã toda na rua, mas atenderam apenas a região da Vila Nha Nhá e faltam outras seis regiões da cidade. “Tem muita ocorrência para pouca gente”, destaca.

Segundo ele, famílias em diversos pontos da cidade esperam orientação sobre como proceder após os alagamentos, e reclama da demora na visita da Defesa, que ainda não conseguiu concluir o levantamento dos estragos. Nesta tarde, a equipe estará nos bairros Taquarussu e Jockey Clube.

Estragos - Em pouco mais de duas horas, a chuva que caiu sobre Campo Grande causou 33 alagamentos, derrubou 35 árvores e arrastou cinco veículos, conforme balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros.

No período das 14h27 às 16h56 foram feitas aos militares 76 solicitações de atendimentos. O mais inusitado deles foi o resgate de uma vaca levada pela enxurrada que foi encontrada no Rio Anhanduí na altura do bairro Aero Rancho.

Na Capital, o estrago alcançou casas, comércios e grandes construções. Depois da chuva ficou um saldo de lama para moradores que tiveram as casas invadidas pela enxurrada.



sou voluntario a mais de 5 anos ainda não fui convocado, a comparecer nem me ligaram pois eles tem endereço tetlefone enfim todo um prontuario,trabalho fora da capital venho todo final de semana para casa ,quando eles precisam de voluntarios não dão incentivo nenhum para o mesmo ném passagen de coletivo para se deslocar até a sede.
 
antonio carlos f santos em 07/01/2011 08:50:00
A Preveitura tem que tomar providencias enquanto é cedo, colocando lixeiras em cada esquina. A cidade esta um lixo, por isso q os bueiros ficam cheios e quando chove ,vira esse transtorno. A população tem q passar por uma reciclagem de limpezar, saber que não pode jogar lixo nas ruas. Depois alaga tudo ai é culpa do São Pedro, da Prefeitura.. Temos q nos ajudar.
 
Juliana Villalta em 07/01/2011 04:00:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions