A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/08/2016 15:01

Defesa entra com novo pedido de habeas corpus no STJ para casal Olarte

Christiane Reis
O casal estava em casa quando foi preso pela equipe do Gaeco. (Foto: Fernando Antunes). O casal estava em casa quando foi preso pela equipe do Gaeco. (Foto: Fernando Antunes).

A defesa do ex-vice-prefeito Gilmar Olarte e da esposa dele Andreia Olarte, ambos presos no dia 15 de agosto, em decorrência da Operação Pecúnia, já entrou com novo pedido de habeas corpus no STJ (Superior Tribunal de Justiça), desta vez relativo à prisão preventiva, decretada na sexta-feira (19). Gilmar Olarte continua preso no Presídio Militar de Campo Grande, a esposa dele deve ser transferida a qualquer momento para o Presídio Irmã Irma Zorzi..

Segundo o advogado do casal, João Carlos Veiga Júnior, a expectativa é de que o pedido seja acatado, diferente do que ocorreu da primeira vez. “Agora, os dois já foram ouvidos e isso facilita que seja concedido o habeas corpus”, disse. Tanto o casal, quanto Evandro Farinelli, que seria “laranja” do casal, conforme a investigação, e o corretor de imóveis Ivamil Rodrigues de Almeida, que teria atuado nas supostas aquisições fraudulentas, foram presos no dia dia 15 de agosto.

O caso - As investigações começaram a partir dos dados obtidos com a quebra do sigilo bancário de Andreia Olarte e de sua empresa, denominada Casa da Esteticista.

Ainda segundo o que foi apurado pela Operação Pecúnia, entre 2014 e 2015, enquanto Olarte ocupava o cargo de prefeito, Andreia adquiriu vários imóveis na Capital. Os bens totalizaram R$ 3,6 milhões, com preferência por imóveis em condomínios de luxo.

Segundo as investigações, alguns bens ficaram em nome de terceiros, com pagamentos iniciais em elevadas quantias (dinheiro, transferências bancárias e depósitos), os bens seriam incompatíveis com a renda do casal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions