A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/12/2011 19:25

Depois de 3 dias, pais adotivos conseguem na Justiça ter filho de volta

Paula Maciulevicius

“Estou arrepiada, não tem explicação. Até ontem eu não tinha esperanças pela briga ser com a mãe biológica, porque eu só tenho a guarda dele, e é complicada. Não tem explicação, é a emoção”

Valentin na volta para casa com a família adotiva. O que não faltaram foram lágrimas e sorrisos. (Foto: João Garrigó)Valentin na volta para casa com a família adotiva. O que não faltaram foram lágrimas e sorrisos. (Foto: João Garrigó)

Depois de três dias de aflição a família adotiva do menino Valentin Alves Martins Júnior, 3 anos, chorou e respirou aliviada. A criança voltou aos braços de Solange Barbosa, que tem a guarda provisória dele desde junho, na tarde desta quarta-feira, na Depca (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente).

Entre parentes e amigos que se empenharam na busca de Valentin, ninguém pode conter as lágrimas ao ver o sorriso do menino no colo dos pais adotivos. A emoção falava mais alto e os abraços apertados demonstravam a saudade. Sentimento recíproco, já que nos olhos de Valentin, a alegria era notável.

Questionado se sentiu falta da família ele só fez que sim com a cabecinha e disse em alto e bom som “muita”. Com presentes nas mãos, entre eles o heroi que ele me se intitula, o Homem Aranha, ele seguiu abraçado pelos pais, até o carro da família.

“Estou arrepiada, não tem explicação. Até ontem eu não tinha esperanças pela briga ser com a mãe biológica, porque eu só tenho a guarda dele, e é complicada. Não tem explicação, é a emoção”, disse Solange.

A mãe aparenta ser mulher forte, se emocionou, mas nem tanto quanto o pai adotivo Cléo Amaral dos Santos. Com olhos marejados ele dizia abraçado ao filho mais velho de Solange, de 14 anos “pelo amor de Deus ele é feliz com a gente. Eu tenho que agradecer aos nossos amigos, o advogado, se ele cobrasse R$ 1 milhão, não ia pagar pelo que ele fez pela gente. Só quero a felicidade do meu filho, eu amo ele”, desabafou.

Com presente em mãos, criança faz festa. Nos olhos a alegria era notável. (Foto: João Garrigó)Com presente em mãos, criança faz festa. Nos olhos a alegria era notável. (Foto: João Garrigó)

O encontro de Valentin com a família três dias depois de ter sumido da casa da mãe biológica Grasielli Nathália Leone, onde foi deixado para passar as últimas horas do Natal, no Residencial Azaleia, foi marcado pela presença de todos os familiares.

“Nossa parece que ele nasceu agora, a emoção que a gente está sentindo é essa. Como se todo mundo tivesse aqui para conhecer ele. Para a gente é como se ele tivesse nascido agora”, declara Solange.

Nos minutos que sucederam a entrega de Valentin à família, os amigos não saíam do telefone, “ele está de volta, está com a gente, graças a Deus”.

O que pôs fim ao sofrimento de Solange e Cléo foi o pedido feito por ela na Justiça, de apreensão na tarde de ontem.

“O oficial já tinha ido a três endereços, depois ele ligou e disse que o advogado deles entrou em um acordo e entregaria a criança. Aí ele me ligou para pegar ele aqui”, explica.

Daqui para diante a mãe adotiva vai continuar na Justiça, já que ontem Grasielli Nathália Leone e Valentin Alves Martins, pais biológicos de Valentin, entraram com liminar de reestabelecimento da guarda.

“Nós vamos tentar reverter e ir até quando não tiver recurso nenhum, vamos lutar sim”, finalizou Solange.

Emocionados, pais diziam que encontro com filho foi como pegá-lo na maternidade. “Para a gente é como se ele tivesse nascido agora”. (Foto: João Garrigó) Emocionados, pais diziam que encontro com filho foi como pegá-lo na maternidade. “Para a gente é como se ele tivesse nascido agora”. (Foto: João Garrigó)

Depois das noites mal dormidas, a família de Valentin vai começar 2012 com o melhor desejo do mundo “continuar com o meu filho”, completa Solange.

Caso - O menino Valentin mora com a família há oito meses em Sorriso, no Mato Grosso. A criança é filha do ex-marido de Solange com Grasielli. Segundo a mãe adotiva, depois de ver que o menino ficava entre a casa de um parente e de outro, ela resolveu adotar.

A história do sumiço do menino começou quando Valentim, pai biológico, ligou para Solange no sábado, pedindo que ela deixasse o filho passar algumas horas do Natal com Grasielli. Por dó e se sentir como mãe, Solange acabou levando o menino até a casa de Grasielli, no Residencial Azaleia, no final da tarde de domingo.

O combinado era que a criança voltasse para Solange na segunda-feira pela manhã, o que não aconteceu. Grasielli não atendeu mais aos telefones da família adotiva e saiu de casa com a criança.

As duas mães esperam agora decisão na Justiça da guarda de Valentin.

Criança adotiva é “sequestrada” pela mãe biológica em Campo Grande
Grasielli Nathália Leone é acusada ter sequestrado o próprio filho, Valentin Alves Martins Júnior, de 3 anos, após ter passado o Natal com ele, em Ca...
Ceinf recebe nesta quinta parque de pneus construído por detentos
Acontece nesta quinta-feira (14), a partir das 8h no Ceinf (Centro de Educação Infantil) Rafael Abraão - CAIC Aero Rancho, a entrega do parque constr...


Muito lindo de se ver a felicidade dessa familia, quem deveria ter esse amor todo com ele e a mae biologica e deveria ter pensado bem antes de dar o garoto....Nao acredito que algum juiz vai dar a guarda pra ela novamente porque ja monstrou que nao e capaz de cuidar dessa criança a justiça seja feita e felicidades pra vc Solange e esposa notasse que vc ama esse garotinho parabens viu e Boa Sorte..
 
Daiane Esquian em 29/12/2011 10:10:53
... Parabéns aos pais adotivos o AMOR de vocês ao Valentim é MARAVILHOSO que Deus abençoe toda família em 2012
...Aos pais biologicos que Deus tenha missericordia de vocês pois renegaram a herança que Deus deu a vocês.
 
Ester Menacho em 29/12/2011 08:34:49
Espero que o garotinho fique com a família adotiva, pois é tratado com muito carinho e amor. A senhora Solange - é uma pessoa boníssima, pois cuida do filho do ex-marido como se fosse dela. Deus, deu-lhe além da beleza, um grande coração!!
 
Jane Cintra em 28/12/2011 09:36:55
Parabéns aos pais adotivos pela volta de Valentim Jr, estamos todos felizes por essa família ter recuperado a criança, eles demonstram muito amor, carinho e afeto a ele, pois é disso q uma criança que foi abandonada pela mãe biológica precisa, e isso ele encontrou com eles.
 
Rose em 28/12/2011 09:18:10
fato comovente e o que se espera quando o assunto é o que será melhor pra criança, é que ela fique onde a querem realmente onde estara segura e fora de riscos, onde acredito que está agora, parabéns...
 
sandra lima em 28/12/2011 08:42:34
Ficamos feliz em saber que o Valentim esta de volta ...pedimos a Deus e a justiça que ele permaneça com essa familia adotiva que o ama muito.
 
Fabiola da Silva em 28/12/2011 06:47:36
 Depois de 3 dias, pais adotivos conseguem na Justiça ter filho de volta
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions