A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/07/2013 19:25

Depois de tentativa de homicídio, Hospital São Julião deve reforçar segurança

Evelyn Souza

A segurança do Hospital São Julião deve ser reforçada nos próximos dias. À medida que está em fase de avaliação pode ser adotada depois que o filho de um paciente tentou atear fogo em um médico oftalmologista, por volta das 18h dessa segunda-feira (15), dentro do hospital.

“O caso é inusitado. Ele parece ter problemas mentais, mas de qualquer forma serviu de alerta”, explica o administrador do hospital, Amilton Fernandes Alvarenga.

Segundo Amilton, atualmente a segurança é feita somente na entrada do hospital e medidas como instalação de câmeras nas entradas dos ambulatórios poderão ser adotadas.

O administrador também disse ao Campo grande News que esteve hoje com o médico Eduardo de Lacerda Ferreira, de 35 anos, vítima da tentativa de homicídio. Segundo ele, o oftalmologista ainda está muito abalado e os dois devem voltar a conversar nesta quarta-feira (17).

“O doutor trabalha conosco há anos. Nunca tivemos nenhuma reclamação de erros no hospital. Se ele resolver sair com certeza será uma perda muito grande para nós e para os pacientes”, diz o administrador em relação a possibilidade do médico deixar o hospital.

Segundo a administração, nos últimos 12 meses, o São Julião realizou 12.500 consultas, 37.300 exames e 3.600 cirurgias na área de oftalmologia. Dessas, Eduardo de Lacerda que é especialista em glaucoma, atendeu 1.300 consultas, realizou 3.600 exames e 245 cirurgias.

"Todos esses atendimentos foram feitos através do SUS (Sistema Único de Saúde)", diz. 

Amilton também afirmou que o autor, Eduardo Ferreira da Silva, de 37 anos, nunca foi atendido no hospital. Segundo ele, Eduardo apenas acompanhar o pai durante as consultas realizadas desde 2003.

Fósforo molhado "salvou" médico da fúria de paciente no São Julião
Depois da tentativa de homicídio, o oftalmologista Eduardo de Lacerda Ferreira, 35 anos disse que pensa em deixar o hospital São Julião, onde trabalh...
Homem percorre 255 quilômetros para atear fogo em médico na Capital
Um homem de 37 anos foi preso na tarde de ontem (15) por tentar jogar gasolina para queimar um médico no hospital São Julião, no bairro Nova Lima, em...
EMHA suspende atendimento ao público para capacitação de funcionários
O atendimento ao público será suspenso nesta sexta-feira (15) na EMHA (Agência Municipal de Habitação). Segundo a assessoria de comunicação da prefei...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions