A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

16/12/2013 11:08

Depois dos guardas, professores acampam e exigem convocação

Luciana Brazil e Leonardo Rocha
Manifestantes dizem que a convocação é promessa de campanha do prefeito. (Foto:Pedro Peralta)Manifestantes dizem que a convocação é promessa de campanha do prefeito. (Foto:Pedro Peralta)

Ao todo, 15 professores que foram aprovados no concurso público da Prefeitura estão na manhã de hoje (16) acampados em frente ao prédio do Executivo para exigir a convocação imediata da categoria. Os professores querem uma audiência com o prefeito Alcides Bernal (PP).

Realizado em 2009, o concurso foi adiado em 2011 e o prazo para convocação expira no dia 25 de janeiro. Eles repetem a tática dos guardas municipais que só conseguiram a convocação após o protesto na Avenida Afonso Pena. 

Ao todo, 281 professores aguardam serem chamados, entre eles os da educação infantil, de educação física e também de espanhol. Há duas semanas, 332 profissionais foram chamados para ocupar o cargo no município.

Munidos com faixas, os professores garantem que vão permanecer acampados em frente à Prefeitura até que o prefeito Alcides Bernal (PP), ou algum representante os receba.

“Não queremos que a situação fique como a dos guardas municipais que foi aprovado no último dia”, disse a professora Adriana de Fátima se referindo ao protesto feito pelos guardas para exigir convocação.

Segundo ela, as vereadoras Carla Stephanini (PMDB) e Rose Modesto (PSDB) estão intercedendo pela categoria.

Os professores estiveram por duas vezes na Câmara de Vereadores na tentativa de encontrar Bernal, que deveria depor na Comissão Processante. Mas nas duas vezes o prefeito não compareceu.

Conforme os manifestantes, o atual secretário Municipal de Educação, José Chadid, teria a intenção de abrir um novo concurso com 300 vagas. “Queremos que primeiro ele chame os remanescentes para depois fazer o concurso”, dizem os professores.

Os profissionais alegam ainda que muitos temporários foram contratados e ocupam as vagas destinadas aos concursados.

Protesto- Entre as faixas, estão dizeres como “Votamos na mudança, queremos vê-la”, “Esqueceram da educação. Nós não” e "Pedagogia do Oprimido. Até quando?”.

Dos 6.151 inscritos no concurso, 1.777 foram aprovados na prova. Desse total ainda precisam ser convocados 281 professores. 

Na semana passada, os aprovados no concurso da Guarda Municipal conseguiram ser convocados após acampar na frente da Prefeitura. O prefeito Alcides Bernal fez um acordo e atrasou a edição do Diário Oficial para incluir a convocação dos aprovados no concurso



Vamos esperar para ver como o prefeito irá lidar com esta situação,será que vai ficar como o concurso dos guardas municipais.
 
Alice Rocha em 16/12/2013 15:44:48
E os enfermeiros aprovados em concurso que tbm estão na fila de espera!!!
Deveriam fazer o mesmo e protestar, o concurso vence em fevereiro de 2014!
E foram contratados enfermeiros temporários para o combate a dengue neste ano, ao invés de chamar os aprovados! É brincadeira! A saúde anda uma maravilha em nossa capital!
Porque só funciona na base da pressão! Só acho...
 
Priscila Moura em 16/12/2013 14:59:30
As promessas feita em campanha pelo Bernal devem ser exigidas, SIM, SIM OU AS PESSOAS EM 1º LUGAR FOI ´SÓ PRA VENCER AS ELEIÇÕES! NOMEAÇÃO JÁ !
 
Marcela Leite em 16/12/2013 13:12:20
MAURICIO CONCORDO COM VOCÊ , COMO O POVO É FRACO DE MEMÓRIA MESMO.
NA ÉPOCA DO CONCURSO EM 2009 O EDITAL A VAGA ERA APENAS PARA
309 PROFESSORES E NÃO 1.777.
 
FABIO DE MELO em 16/12/2013 11:59:15
Gente como o povo é fraco de memória hein....Eu prestei um concurso para professor pelo estado de MS e o governo chamou os primeiros colocados, porém agora no final do ano o governo já abriu inscrição para contratar professores pois o mesmo alega que vagas precisam se preenchidas....Como assim??? Eu estou na lista de espera fui aprovado...Se precisa porque não chamam os concursados????
 
mauricio oliveira em 16/12/2013 11:33:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions