A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/03/2014 11:43

Derf assume investigações de sumiço de éguas de raça nas Moreninhas

Graziela Rezende
Foto da égua, enviada recentemente pela famíliaFoto da égua, enviada recentemente pela família

A Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos) assumiu a busca pelas duas éguas que desapareceram do Rancho Chora Me Liga, localizado na saída para São Paulo, há cinco dias. Dona de uma delas, a pecuarista Janine Barbosa, 40 anos, apela para a sensibilidade das pessoas, já que a filha está sentindo muita falta do animal.

“Estou confiante com as investigações, sei que eles estão trabalhando e interrogando pessoas. Mas, ao mesmo tempo, fico com o coração apertado com a minha filha, que é muito apegada à égua “baixinha”. Ela cresceu junto com o animal e atualmente é laçadora, então está muito triste mesmo”, afirma a pecuarista.

Na manhã deste domingo (23), a menina está em um clube de laço da Capital. “Os amigos emprestam outros cavalos a ela, a deixam treinar e tentam distrair, mas ela está sentindo muita falta. E infelizmente não foi só a baixinha que sumiu, mas outra égua também”, comenta a pecuarista. Neste caso, somente a “baixinha” é avaliada em R$ 90 mil.

Sumiço – A égua, que cresceu junto da menina de nove anos, desapareceu na madrugada de quarta-feira (19). A família acredita que foi levada por ladrões que invadiram a chácara de um amigo, local onde ela costumava ficar. Um dia antes, após o treino, o animal foi levado para a chácara, na região das Moreninhas. Por volta das 6h30 da quarta, na hora dos funcionários darem a ração, as duas éguas já não estavam no local.

Quem tiver alguma notícia das éguas, ambas semelhantes e completamente pretas, pode ligar para o telefone da família (67) 9985 0337.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions