ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Descuido com faixa de ônibus provoca rotina de acidentes em cruzamento

Câmeras de segurança flagraram ao menos cinco acidentes entre as ruas Vicente Solari e Brilhante

Por Alison Silva | 28/12/2023 14:18

Falta de atenção, desconhecimento das leis de trânsito ou mesmo a pressa dos motoristas provocaram diversos acidentes no cruzamento entre a Rua Brilhante e a Rua Vicente Solari, na Vila Bandeirante, bem na faixa exclusiva de ônibus.

Somente entre o dia 30 de setembro e o último dia 23, cinco colisões foram flagradas por câmeras de segurança instaladas no cruzamento das vias. Quem mora ali tem medo que a coisa piore. "Pessoal não entende que tem de liberar a faixa da esquerda para fazer o contorno, então acaba andando no meio e tenta fazer a conversão", disse o vendedor Rodrigo Santos, de 38 anos. Ele garante que, ao menos, três acidentes diários acontecem no cruzamento em dias comuns.

Independente dos envolvidos, as colisões acontecem todas da mesma forma, diz. O veículo na Rua Brilhante busca a conversão à esquerda para a Rua Vicente Solari, faz a curva na faixa do meio, em vez de sinalizar e e acessar a faixa de transporte coletivo, fator determinante para que os acidentes aconteçam.

No dia 30 de setembro, as câmeras flagraram uma colisão entre duas motos. Na ocasião, o responsável pela batida - não identificado à época -, estava em uma motocicleta Fazer e acabou atingindo um casal que estava em uma Honda Biz.

Na data, o condutor da Fazer seguia no mesmo sentido da pista. As duas motocicletas foram arrastadas na pista enquanto o condutor da Fazer e a passageira da Biz ficaram caídos perto do meio-fio.

O homem ficou inconsciente e foi levado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para a Santa Casa. Além dessa colisão, noticiada pelo Campo Grande News, colisões foram flagradas nos dias 14 e 16 de novembro, além de duas batidas entre os dias 20 e 23 deste mês.

Em nota, a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) prestou esclarecimentos sobre a sinalização de trânsito e sobre os corredores de ônibus.

“A Agetran informa que os corredores são todos os locais onde existe o trânsito de ônibus. Eles podem ter característica exclusiva de passagem desses ônibus ou serem faixas preferenciais. Em Campo Grande, há corredores nas ruas Rui Barbosa, Brilhante, Avenida Mato Grosso, Rua Guia Lopes, por exemplo”, disse a Prefeitura, que destacou que as características dos corredores de ônibus podem ser diferentes a depender do local.

“Corredores onde a característica é preferencial, é quando existe a faixa de corredor de ônibus, circula o ônibus, mas o condutor pode adentrar não havendo o ônibus. O veículo pode circular pela faixa, mas quando tiver o ônibus a preferência é dele, por exemplo, na Avenida Mato Grosso, quem está trafegando no sentido Centro para o Parque dos Poderes pode usar a faixa que é preferencial.”, falou a pasta.

Proibição - Desde o último dia 27, os motoristas estão proibidos de acessarem a Rua Rui Barbosa pela Avenida Afonso Pena.

A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) colocou duas faixas no local: uma que proíbe conversão à esquerda, e outra que diz que o acesso para a Rui Barbosa deve ser feito pela Rua Pedro Celestino. As placas que indicam a proibição da conversão e do retorno já foram instaladas.

De acordo com o diretor-presidente da Agência, Janine de Lima Bruno, a medida foi necessária para dar mais fluidez neste trecho em específico.

“Ali é corredor de ônibus, tem muita conversão à esquerda e começou a trancar o cruzamento. Vai tendo aquelas lentidões, então, o objetivo é eliminar isso e permitir a fluidez”, explicou. Nesta quarta-feira (27), agentes de trânsito estiveram no local para orientar sobre a mudança.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias