A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

01/12/2014 15:00

Desempregado cede aos apelos após 90 minutos e desce de torre

Kleber Clajus e Michel Faustino
Negociação foi encerrada com descida de Rafael e encaminhamento ao UPA do Universitário (Foto: Marcelo Calazans)Negociação foi encerrada com descida de Rafael e encaminhamento ao UPA do Universitário (Foto: Marcelo Calazans)

Terminou a negociação para que jovem identificado como Rafael, 22 anos, descesse da torre de energia do Estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, em Campo Grande. Desempregado e com a mulher grávida de cinco meses, ele escalou a estrutura de 40 metros de altuera para se jogar, mas foi convencido do contrário pelo Corpo de Bombeiros. Ele foi encaminhado para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Universitário.

Durante a negociação, que durou cerca de 1h30, o rapaz se apoiava em apenas uma mão e com a outra falava ao celular com um primo, identificado como Leandro. A mãe e outros parentes estiveram no local e relataram que o jovem é autônomo, porém não consegue emprego e isso pode ter contribuído para a ação desesperada a 40 metros de altura.

O Batalhão de Choque chegou a isolar a área e dispersar uma pequena multidão se formava no entorno do estádio.

Cinco militares escalaram a torre para negociar a descida de Rafael. O tenente Vinícius Barbosa alertou sobre aumento do risco, com a chegada de chuva a região. Por fim, o jovem cedeu aos apelos e desceu por meio de rapel.

Nos últimos três meses, esta é a segunda vez que uma pessoa escala torre de energia do Morenão. O último ocorreu em 25 de setembro, quando uma artista plástica repetiu o mesmo ato e foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions