ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Detento da Capital morre em posto de saúde; segundo caso em um dia

Por Nyelder Rodrigues | 21/04/2016 00:30
Movimentação na frente da Máxima, em Campo Grande, na quarta-feira (Foto: Fernando Antunes)
Movimentação na frente da Máxima, em Campo Grande, na quarta-feira (Foto: Fernando Antunes)

Mais um detento do complexo penitenciário de Campo Grande morreu nesta quarta-feira (20). A vítima é Carlos Bernardo da Silva, 40 anos. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Segundo consta em boletim de ocorrência feito pelo pai da vítima, o filho não tinha nenhum problema de saúde e ele desconfia que Carlos tenha sofrido algum tipo de agressão.

Por volta das 12h, Carlos foi levado para o CRS (Centro Regional de Saúde) do Tiradentes, onde passou por atendimento médico, mas morreu, explica o registro policial.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga. A reportagem tentou contato com a Agepen, mas devido ao horário não conseguiu.

Também nesta quarta-feira, o detento como Iverson Ricardo Lopes Pinto, 24 anos, foi encontrado morto por volta das 13h em uma das celas do Presídio de Segurança Máxima em Campo Grande.

Hoje pela manhã, seis agentes foram intoxicados durante o café da manhã, supostamente por internos da unidade.