A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

22/05/2019 14:40

Dez dias após deixar Santa Casa, Unimed abre novo pronto-atendimento adulto

Hospital próprio do plano de saúde campo-grandense inaugurou setor na segunda-feira, mas operações começam amanhã

Humberto Marques
Pronto-atendimento adulto do Hospital da Unimed foi inaugurado na segunda-feira e entrará em operação nesta quinta. (Foto: Divulgação)Pronto-atendimento adulto do Hospital da Unimed foi inaugurado na segunda-feira e entrará em operação nesta quinta. (Foto: Divulgação)

Dez dias depois de ser encerrado o convênio entre a Unimed Campo Grande e a ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande, mantenedora da Santa Casa), o plano de saúde abre para atendimento à população o seu pronto-atendimento adulto. O serviço de emergências funcionará no Hospital da Unimed, na Avenida Mato Grosso –bairro Carandá Bosque–, entrando oficialmente em operação nesta quinta-feira (23).

Em 5 de maio, a Unimed informara que seria descredenciada na Santa Casa. Ainda assim, muitos usuários da Unimed foram pegos de surpresa quando, em 13 de maio deste ano, procuraram o Prontomed –o pronto-socorro para pacientes particulares e de convênios– da Santa Casa em busca de atendimento de urgência e emergência em saúde. Eles foram redirecionados para outras unidades de saúde diante do rompimento do convênio, que teve início naquele dia.

A ABCG alegou que a Unimed deve mais de R$ 1 milhão em procedimentos realizados para os conveniados e que não seriam reconhecidos pelo plano de saúde. A tentativa de acordo teria esbarrado em uma “oferta bem abaixo” do valor da dívida –que não foi informada pela associação. A Santa Casa também tentou aumentar em 75% o valor do repasse mensal, ouvindo como contrapartida uma oferta de 50%.

A Unimed correspondia a cerca de metade da demanda de atendimentos do Prontomed. No ato de descredenciamento, o plano de saúde informou que seu hospital estava preparado “para receber os atendimentos eletivos e de urgência e emergência, tanto adulto como pediátrico”, em serviço que seria prestado sem prejuízos aos beneficiários.

Nova unidade – O novo pronto-atendimento adulto da Unimed funcionará em regime 24 horas nos sete dias da semana, com médicos e assistentes para a prestação de atendimento emergencial. A promessa é de que a unidade contará com equipamentos entre “os mais modernos existentes no mercado, para os mais variados fins”. O serviço era prestado em uma estrutura provisória e, agora, terá um setor próprio.

A solenidade de inauguração foi realizada na segunda-feira (20), ocasião em que o presidente da Unimed Campo Grande, Maurício Simões Corrêa, informou que o plano de saúde “praticamente” reconstruiu o pronto-atendimento e o adequou para os atendimentos “mais complexos e de maior gravidade”, incluindo aparelhos de tomografia, hemodinâmica, ultrassom, raios-x e laboratório.

Restruturação – Do lado da Santa Casa, a ABCG afirma que prepara um plano de reestruturação geral que passa pela revisão de contratos com entidades privadas e também com a Prefeitura de Campo Grande. A medida se seguiu ao fim do convênio com a Unimed e inclui a redução de custos diante de uma receita inferior às despesas.

A associação prevê a revisão do número de funcionários, fornecedores e relação com o poder público. Só a Prefeitura da Capital e o governo estadual repassam, mensalmente, R$ 7 milhões à Santa Casa para o custeio de atendimentos no setor público. Paralelamente, o hospital tentava aumentar o valor mensal dos repasses para bancar a Unidade de Urgência e Trauma, inaugurada em setembro de 2018 –a ABCG pleiteou R$ 6 milhões a mais do Ministério da Saúde para o setor, recebendo “apenas” R$ 1,1 milhão.

Nesta terça-feira (21), o Campo Grande News revelou que a impossibilidade de obter uma nova CND (Certidão Negativa de Débitos) impediu a Santa Casa de receber cerca de R$ 30 mil em emendas aprovadas pela Câmara Municipal. Embora o valor seja considerado baixo diante da movimentação financeira do hospital, sua direção apontou que são recursos bem-vindos e tentaria, junto ao Executivo municipal, atrasar o repasse até a situação burocrática ser superada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions