A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

16/11/2018 16:40

Diagnosticada com leucemia, Sophie precisa de sangue A positivo

Doações podem ser feitas no Hemosul ou no Banco de Sangue do Hospital Regional em Campo Grande

Guilherme Henri
Sophie Loureiro Garcia Castro, de 1 ano (Foto: Arquivo Pessoal)Sophie Loureiro Garcia Castro, de 1 ano (Foto: Arquivo Pessoal)

A pequena Sophie Loureiro Garcia Castro, de 1 ano, está internada em estado grave no CTI (Centro de Terapia Intensiva) pediátrico do Hospital Regional e precisa de doações de sangue A+ e plaquetas de qualquer tipo sanguíneo.

Segundo a mãe, Phmaela Loureiro Garcia, a menina está internada desde a última terça-feira (13). “A princípio ela foi hospitalizada com quadro de pneumonia, no entanto, após exames foi descoberto que ela também está com leucemia”, diz.

Para aderir a campanha, o doador precisa ir até o Hemosul, de segunda a sexta-feira das 7h às 17h, ou no próprio HR, das 7h às 12h, e doar sangue e plaqueta em nome da menina.

Caso a doação seja no Hemosul, o doador precisa encaminhar o certificado que recebe ao HR, ou entrar em contato com a mãe da menina, que se encarregará de buscar o documento.

Além disso, Phamela lembra que a doação da plaqueta pode ser feita junto a doação de sangue. Basta dizer que também quer doar plaquetas e a coleta é feita juntamente com a bolsa de sangue, explica a mãe.

Doação - Para doar sangue é preciso ter um documento oficial com foto, como carteira de identidade e de motorista. Caso tenha idade entre 16 e 17 anos, o doador tem que estar acompanhado de pai ou mãe ou responsável legal, ou então pode retirar na unidade de doação um modelo de declaração, levar para mãe ou pai ou responsável legal assinar e então reconhecer firma desta assinatura.

Caso o menor de idade seja emancipado pode vir doar sozinho trazendo o documento de emancipação. Se for casado traz a certidão de casamento que já é suficiente para a liberação. Também é importante lembrar que a primeira doação somente pode ser feita até 60 anos. Acima desta idade, apenas para quem já é doador de sangue.

Embora a nova lei permita a doação de pessoas abaixo de 50 kg, a Rede Hemosul de Mato Grosso do Sul reserva-se o direito de aceitar apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e segurança do doador.

O doador precisa estar bem alimentado para doar sangue. Como muitos pensam não se pode doar sangue em jejum. É recomendado que se alimente bem, porém, de forma saudável.

Homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses. Após os 60 anos tanto homens como mulheres devem obedecer ao intervalo mínimo de seis meses.

Serviço – Doadores podem entrar em contato com a mãe da menina pelo celular (67) 98405-5494. Em Campo Grande, o Hemosul está localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 1.304, Centro. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, e aos sábados das 7h às 12h.

Já o banco de sangue do Hospital Regional, está localizado na Rua Engenheiro Lutherio Lopes, 36, no Jardim Aero Rancho.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions