ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 

Capital

Diretor do Ibrape, Paulo Catanante morre aos 66 anos vítima da covid

No ano passado, ele acertou resultado que foi a maior surpresa das eleições municipais

Por Aline dos Santos | 28/03/2021 16:19
Paulo Catanante em visita ao Campo Grande News após eleições de 2018. (Foto: Henrique Kawaminami)
Paulo Catanante em visita ao Campo Grande News após eleições de 2018. (Foto: Henrique Kawaminami)

O domingo é de adeus a Paulo Catanante, que era diretor do Instituto Ibrape e considerado o mago das pesquisas em Mato Grosso do Sul. Com covid-19, ele foi internado dia 5 no Proncor, em Campo Grande, e faleceu hoje (dia 28) aos 66 anos. Ele era casado e deixa quatro filhos.

Na memória do amigo Braz Melo (MDB), ex-prefeito de Dourados, a lembrança de um profissional competente. “Previu a vitória do Alan Guedes, quando ninguém acreditava", afirma Melo, ao comentar a eleição para a prefeitura de Dourados em 2020. Para os demais, a vitória de Guedes foi a grande surpresa da corrida eleitoral em Mato Grosso do Sul.

Catanante era natural de Fátima do Sul e, no ano de 1973, já estava em Dourados, atuando no setor de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) do município. “Ficamos próximos e quando assumi a vice-presidência da Sanesul, na década de 80, chamei o Paulo para trabalhar comigo na área comercial”, rememora Melo.

O amigo conta que ficou sabendo da internação de Paulo e se assustou com a rapidez da evolução do quadro clínico. “Perdi um grande amigo, a covid está levando muita gente boa”, afirma o ex-prefeito de Dourados.

Em nota, Sérgio de Paula, presidente regional do PSDB, agradeceu à importante colaboração de Catanante “para o desenvolvimento das pesquisas e diagnósticos eleitorais no Estado” e lembrou que ele foi precursor no que fazia.

“Além do Ibrape, Catanante era um amigo do nosso PSDB e muitas vezes fazia  o papel de analista em alguns momentos políticos de Mato Grosso Sul. Aos familiares, meu sentimento de profundo pesar”, considerou.

Paulo Catanante marcava presença na cobertura das eleições do Campo Grande News. Na corrida eleitoral de 2018, quando estava em disputa o cargo de governador, o diretor do Ibrape visitou o jornal e detalhou que um a cada dez eleitores só decidiu o voto cara a cara com a urna.

O instituto participou de todas as disputas desde 1986 e tem índice de acertos acima da média. Já em 2020, numa eleição já marcada pela pandemia, Paulo destacou que metade do eleitorado não estava interessado no pleito.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário