A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

19/03/2019 17:19

Discussão por som alto termina com disparos e uma pessoa ferida no Sayonara

Família de suspeito afirma que foram feitos pedidos para que volume fosse abaixado, não sendo atendido; já moradora diz que vizinho já chegou atirando

Humberto Marques e Liniker Ribeiro
Som alto causou irritação de vizinho e levou a discussão e disparos. (Foto: Kísie Ainoã)Som alto causou irritação de vizinho e levou a discussão e disparos. (Foto: Kísie Ainoã)

Discussão iniciada por conta de som alto terminou com uma pessoa ferida na rua Central, no Jardim Sayonara, oeste de Campo Grande, na tarde desta terça-feira (19). Em meio ao bate-boca, um vizinho atirou contra o aparelho de som da casa da vítima, que disse ter sido baleada –embora a mulher do autor afirme que o disparo não acertou o morador.

A mulher da vítima, de 42 anos, afirma que estava em casa com o marido e o filho adolescente, que ouvia funk, quando o vizinho, pelo muro, pediu para abaixar o som “e já foi atirando”. Segundo ela, foram quatro tiros, sendo que um acertou o aparelho de som e outro atingiu a parede, ricocheteando e acertando o braço de Ludevino Neris Tomicha, 41 –que havia corrido ao local.

O autor dos disparos foi o pedreiro José Paulo Junior, 31. Segundo sua mulher, o problema com som alto na vizinhança é frequente –inclusive atravessando a madrugada anterior. Nesta tarde, segundo ela, o marido chegou ao local e fez um primeiro pedido para abaixarem o som, que não foi atendido. Depois, pelo muro, novamente pediu ao adolescente que reduzisse o volume do aparelho, o que foi negado. “Foi quando ele atirou no aparelho”, contou ela, negando que o disparo tenha sido feito contra a vítima e acusando-a de ter providenciado o próprio ferimento.

O Corpo de Bombeiros socorreu Ludevino, levando-o para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida. A Polícia Militar também esteve no local –a reportagem não conseguiu contatar as autoridades para obter a versão sob apuração.

Vizinhos confirmaram ao Campo Grande News que o som alto é um problema frequente na região, inclusive já sendo acionada a polícia, mas, assim que deixaram o local, o volume do aparelho de som era novamente elevado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions