A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/03/2015 10:48

Dois dias após confusão, Woods reabre neste sábado com duas atrações

Ricardo Campos Jr.
Casa ficou destruída após confusão (Fotos: direto das ruas)Casa ficou destruída após confusão (Fotos: direto das ruas)

Dois dias após a briga generalizada que deixou várias pessoas feridas, a Woods abrirá normalmente neste sábado (28) com duas atrações sertanejas e espera ter “casa cheia”. Apresentam-se no local, segundo a organização, as duplas Léo Andrade e Rafael e Junior e Marconi.

A confusão, segundo testemunhas, começou após discussão entre casais de namorados. Ocorre que pessoas nos camarotes começaram a atirar objetos e até mesas na pista, deixando a situação incontrolável. Os seguranças evacuaram o lugar.

Em nota, a Woods classificou a situação como “inaceitável” e diz que todas as medidas estão sendo tomadas para que os responsáveis sejam identificados e punidos. Apesar de cheia, segundo a empresa, o estabelecimento operava com 60% da capacidade e tinha até mais seguranças que o de costume, diz Gabi Maia, uma das promotoras do local.

Todos os relatos sobre a noite de quinta-feira são de cenas nunca vistas em casas noturnas de Campo Grande. O tumulto começou por volta das 3 horas da madrugada, quase no fim do show da banda Luxúria, a principal atração da noite.

A casa passou por reparos durante a sexta-feira para que pudesse receber os clientes no fim de semana.

Caso - O Batalhão de Choque da Polícia Militar vai encaminhar ofício ao MPE (Ministério Público Estadual) solicitando providências quanto à confusão. Segundo a polícia, ao contrário do que afirma o estabelecimento, o local estava aparentemente superlotado e os usuários encontraram dificuldades para sair durante o tumulto.

De acordo com o coronel Marcos Paulo, era por volta das 04h00 quando uma equipe do Choque que transitava pela Avenida Afonso foi acionada por seguranças e representantes da casa visivelmente desesperados com a briga.

“Não fomos lá para prender ninguém. Fizemos uma intervenção apenas para manter a ordem e garantir que os usuários conseguissem sair do interior da casa em segurança”, disse o coronel, afirmando que foi notada superlotação e por isso vai informar as autoridades competentes para que alguma medida seja adotada. “É preciso tomar providências. Tinha muita gente demais e as pessoas não conseguiam sair pelas portas de emergência. O boletim de ocorrência será encaminhado ao Ministério Público”, explicou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions